Jerónimo de Sousa na Carris transmite solidariedade do PCP com a luta

mini-carris_cabral_10.jpgJerónimo de Sousa realizou hoje uma visita à Carris (Pontinha), onde contactou com trabalhadores da empresa e reuniu com as Organizações Representativas dos Trabalhadores. Em nome do PCP transmitiu a total e activa solidariedade com a luta que estão a travar contra a repressão sindical e pelo direito à greve, e sublinhou a importância da luta pelo aumento dos salários, objectivo justo, necessário e alcançável, não apenas por razões de evidente justiça social, mas também por força da dinamização económica que é preciso concretizar no nosso país.

Ler Comunicado editado a apresentar as razões da visita

Jerónimo de Sousa na Carris no próximo dia 16 de Setembro

carriscomset.jpg

 

 A visita de Jerónimo de Sousa à Carris, no próximo dia 16 de Setembro, é a razão do comunicado que a Célula do PCP na Empresa está adistribuir aos trabalhadores. Por um lado, para alargar o conviteà participação na iniciativa. Mas principalmente, para dar conta das razões dessa visita, que se centra na expressão da solidariedade do PCP com a luta contra a repressão sindical e no sublinhar da confiança do PCP que na luta será possível impôr uma efectiva mudança de rumo em Portugal, uma ruptura com 34 anos de políticas de direito.

 

Ler Comunicado em PDF

Aos trabalhadores das Rodoviárias de Passageiros: contra a exploração, a luta é o caminho!

 
 

Ao conjunto dos trabalhadores das Rodoviárias de Passageiros do Distrito, está o PCP a distribuir um comunicado com o elucidativo titulo "Eles comem tudo!", onde se denuncia a escandalosa política de acumulação de lucros do patronato do sector, à custo do Estado, da redução de salários e da desregulamentação dos horários de trabalho. O PCP apela à unidade e à luta para derrotar esta política e construir a alternativa! 

 

Ler Comunicado em PDF

Contra a exploração na Rodoviária de Lisboa

O PCP está a distribuir aos trabalhadores da Rodoviária de Lisboa um comunicado onde sublinha o carácter aparentemente contraditório das medidas que Governo e patronato têm concertado para a Empresa: Para os patrões, foram 8 milhões de "indemnizações compensatórias" mais as receitas de um novo aumento dos preços dos transportes; para os trabalhadores, é o aumento zero e ainda querem alargar o horário de trabalho com "folgas" para almoço de 5 horas. O PCP, perante a crescente exploração na empresa, sublinha que só há um caminho a seguir: o da unidade e da luta.

Ler Comunicado em PDF

PCP: É preciso defender a TAP! A luta é o caminho!

tap2010agosto.jpgPerante as contas de 2009 da TAP, a Célula do PCP na Empresa sublinha o enorme contributo da TAP para a economia nacional, realidade que tem procurado esconder todos os interessados na sua privatização. Com as mesmas contas, ainda se exemplifica as consequências da política de concentração monopolista imposta pela UE sob o manto das políticas de financiamento. Uma realidade que, de acordo com o PCP, exige uma acção unida e determinada dos trabalhadores, na defesa da TAP e da economia nacional. 

Ler Comunicado em PDF

É possível e necessário impedir a privatização do Metropolitano de Lisboa

metro2010agosto.jpgFace às declarações do Presidente do CA do Metropolitano, que tornaram públicas velhas intenções de privatizar a empresa, a Célula do PCP no Metropolitano está a distribuir aos trabalhadores um comunicado onde, além de desmascarar as verdadeiras intenções por detrás da privatização, faz um forte apelo à luta contra esta privatização, que não só prejudicaria os trabalhadores da empresa, como toda a economia nacional.

Ler Comunicado em PDF

Trabalhadores dos Transportes e Comunicações afirmam em plenário a necessidade de alargar a luta!

 publicarfectrans.jpg
Dirigentes e delegados sindicais e membros das Comissões de Trabalhadores das empresas de transportes e comunicações, aprovaram, e entregaram ao Governo, este dia 7, as reivindicações comuns para as empresas deste sector, que passam pela defesa da contratação colectiva, pelo crescimento dos salários (3,5%, num mínimo de 35€), contra a precariedade no trabalho e contra as privatizações no Sector.

O Plenário Nacional da Fectrans, dirigiu uma moção a todos os trabalhadores do Sector, apelando às forte presença nas Manifestações da CGTP-IN de 29 de Setembro, e ao reforço da unidade e convergência na luta.

Continuar...

Célula do PCP na TAP: É preciso defender o sector da manutenção

tapmanutjul10.jpgEm comunicado aos trabalhadores da Empresa, a Célula do PCP na TAP denuncia a política de envio de aviões para realizar a manutenção no Brasil - expressamente apoiada pelo Governo - e aponta os perigos desta política para a Empresa e para a economia nacional, e apela à vigilância, unidade e luta dos trabalhadores, na defesa da Empresa e do futuro do nosso país:

Ler Comunicado em PDF

Trabalhadores e Utentes: Unidos na luta contra a privatização dos transportes!

 mini-29julutentes.jpgmini-c._sodre.jpgmini-povoa.jpg
O SNTSF e o STRUP, as Comissões de Utentes das linhas de Sintra, Azambuja e Cascais, as Comissões de Trabalhadores da CP e EMEF, e a Comissão de Utentes dos Transportes da Cidade de Lisboa, realizaram hoje, uma acção de esclarecimento dos utentes, trabalhadores e opinião pública em defesa da componente pública e social do sistema de transportes, através da distribuição de um documento à população, em diversos locais da região de Lisboa (nas fotos, distribuições na Póvoa, Cais do Sodré e Restauradores).

Documento distribuído

Contra a tentativa de impor "intervalos de almoço" de 5 horas - a luta é o caminho!

rodjul.jpgO Sector dos Transportes está a distribuir um comunicado aos trabalhadores das Rodoviárias de Passageiros sobre a tentativa do patronato de lhes impor intervalos de 5 horas para almoço, uma medida que liquidaria toda a organização do tempo e da vida destes trabalhadores. O PCP lembra que apesar desta medida ser hoje possível pelo Código do Trabalho que PS, PSD e UGT pariram, a luta dos trabalhadores tem conseguido defender a contratação colectiva que a impede. E é a luta, novamente, o caminho a trilhar!