Eleitos da CDU da Penha de França prestam contas

 
Penha de frança distribuiçãoA jornada de contacto com a população da freguesia na Paiva Couceiro começou de manhã. Os eleitos da CDU na Assembleia de Freguesia da Penha de França, acompanhados por João Ferreira, vereador do PCP e candidato da CDU à Câmara Municipal de Lisboa, estiveram este sábado a prestar contas.
 
Logo na praça, os eleitos da CDU foram abordados por comerciantes da zona com queixas sobre a falta de actividade do executivo da junta,
dirigido pelo PS. “As queixas deste comerciante são sobre a falta de limpeza das ruas, problema que se agudizou com a passagem destas responsabilidades para a junta, sem as devidas condições, delegações de competências a que a CDU se opôs. Os serviços da CML tinham uma grande experiência e os devidos meios para este trabalho, a junta não tem igual experiência, nem os devidos meios”, explica Daniel Oliveira, um dos três eleitos da CDU na Assembleia de Freguesia da Penha de França.
 
Embora sejam apenas três em 19, são de longe a força política com mais propostas apresentadas na freguesia. A CDU fez 42 requerimentos, quase tantos como a soma dos executados pelas restantes forças políticas.
 
Daniel vai tomando nota dos problemas colocados pelas pessoas e tirando fotografias de telemóvel. “Só posso garantir que vamos levantar o problema e acompanhar o assunto”, afirma a um freguês.
 
Duas pessoas no jardim perguntam sobre a piscina da Penha de França que está há cerca de dez anos para reabrir. João Ferreira explica que a CDU foi contra a passagem das piscinas municipais para a gestão de privados e que este tipo de política fez com que grande parte destes equipamentos esteja sem servir devidamente as populações.
 
A volta dos eleitos da CDU pela freguesia é lenta, as pessoas querem dar a sua opinião e fazer queixas sobre a falta de funcionamento da autarquia. Muitos querem falar com o candidato João Ferreira. Uma moradora queixa-se da degradação de edifícios do bairro em que vive e da falta de capacidade da Junta de Freguesia em ouvir as pessoas: “São obstáculos, só obstáculos. Não nos querem ouvir, nem resolver os problemas”, lamenta a freguesa da Penha de França.
 
O documento do Presta Contas dos eleitos da CDU diz: “Durante quatro anos, a acção dos eleitos da CDU foi uma constante. Na defesa dos trabalhadores da Junta de Freguesia, na exigência de limpeza das nossas ruas e de melhor espaço público, onde coexistem lugares de estacionamento e espaços verdes e lazer. Nas propostas feitas para melhorar cada bairro, em especial os mais esquecidos, para reivindicar apoios para as associações e as colectividades, pelo bem-estar dos animais e por um ambiente que nos garanta a qualidade de vida no presente e no futuro, pela reabertura da nossa piscina”.
 
No mercado da Penha de França apenas a peixaria está a funcionar, segundo os comerciantes é assim há muito, parece que o resto do espaço vai deixar de estar ligado à actividade normal do mercado e tornar-se em bares, lastima uma frequentadora.