Sector de Empresas

Aos Trabalhadores do Hotel Ritz

AOS TRABALHADORES DO HOTEL RITZ

A Organização da Hotelaria de Lisboa do PCP apela à adesão de todos os trabalhadores do Hotel Ritz à greve geral decretada pela CGTP-IN para o dia 30 de Maio.

Porque devemos aderir a esta greve?

1 Porque o governo tem uma política contra os trabalhadores e enche os bolsos aos mais ricos. Prometeu 150.000 empregos e mentiu, a taxa de desemprego é a maior desde há mais de 20 anos, há mais de meio milhão de desempregados. Fecha hospitais e maternidades, dá cabo da segurança social. O custo de vida aumenta e os salários não sobem. A precariedade alastra.

2 No Hotel Ritz o tempo de trabalho em dias de descanso semanal não é remunerado conforme estipula o Contrato Colectivo de Trabalho. As horas extraordinárias são pagas a singelo. A polivalência é generalizada. Os trabalhadores são submetidos a fortes pressões psicológicas e sujeitos a intensos ritmos de trabalho.

3 O governo e a União Europeia têm em preparação novas leis que ainda vão piorar o Código do Trabalho:

Liberalização dos despedimentos. Isto é, o patronato pode despedir quando quiser e os trabalhadores nem têm direito a indemnização;

Os horários de trabalho podem ser aumentados e organizados como mais convier à entidade patronal, deixando de haver horas extraordinárias;

O trabalhador pode ser enviado para outro local de trabalho onde o patrão quiser, mesmo longe da sua residência;

O trabalhador poderá ser obrigado a fazer o que o patrão quiser, acabam as categorias e passamos a ser “pau para toda a colher”;

A precariedade pode passar a ser para todos

Isto não é “mau demais para ser verdade” – é o que eles querem impor com o nome de FLEXISEGURANÇA

Por isso, temos de derrotar esta política, mostrar o nosso descontentamento e exigir um novo rumo!

Adere à Greve Geral!

Temos de estar unidos!

Temos de lutar!

Quem luta pode ganhar, quem não luta perde sempre!

Lisboa, 20 de Maio de 2007

A Organização de Hotelaria de Lisboa do PCP