PS, PSD e CDS extinguem EPUL

Na reunião extraordinária de Câmara do passado dia 5 de Dezembro o PCP defendeu a continuidade da EPUL, uma vez que não foram apresentados argumentos válidos e fundamentados que justifiquem a extinção duma empresa que existe há 42 anos, com um vasto património, conhecimento e experiência adquirida e com 148 trabalhadores qualificados.

Ler Nota de Imprensa