Apresentação da lista na Picheleira, com a participação de Deolinda Machado

apresentacao20210717Realizou-se dia 17, a segunda iniciativa de apresentação da lista da CDU à Assembleia de Freguesia do Beato, com a participação de Deolinda Machado, candidata na lista da CDU à Câmara Municipal de Lisboa.

Carina Francisco, eleita na Assembleia de Freguesia do Beato pela CDU neste mandato, fez a apresentação da lista, depois de lembrar todo o trabalho que foi desenvolvido nestes anos junto dos moradores da freguesia: do campo do Vitória Clube de Lisboa ao Ateneu, dos CTT à Vila Dias, dos transportes aos bairros municipais, do estacionamento pago ao Plano do Casal do Pinto, «CDU esteve e estará lá para tentar arranjar soluções para estes e outros problemas que afectam todos nós no Beato».

Na sua intervenção, Rui Mota, primeiro candidato à Assembleia de Freguesia do Beato, afirmou que no último mandato «a CDU fez a diferença»: levantando questões relacionadas com a limpeza e a higiene urbana, exigindo a contratação de mais pessoal e a instalação de  mais contentores, opondo-se ao estacionamento pago, que não resolve a mobilidade na freguesia, reivindicando um policiamento de proximidade que combata a insegurança que muitos moradores justamente sentem, reclamando intervenção da Gebalis nos bairros municipais Carlos Botelho e João Nascimento Costa, para manutenção e reparação das próprias habitações e dos espaços comuns dos edifícios, apontando a necessidade urgente de obras na Escola das Olaias e a dinamização do Mercado da Picheleira, entre outras questões. «O trabalho que fizemos neste mandato está aí para ser avaliado», referiu, concluindo que «quem o fizer reconhecerá bem essa consigna de trabalho, honestidade e competência».

Deolinda Machado, candidata pela CDU à Câmara Municipal de Lisboa, saudando os presentes e em particular aqueles que agora «abraçam este projecto unitário e democrático», realçou a forma como a CDU esteve sempre presente na defesa dos trabalhadores, dos seus contratos e dos seus salários, no combate ao desemprego, na defesa de melhores de condições de habitação e de vida, na defesa do bem-estar ambiental. E nesta iniciativa de apresentação da lista, constatou-se como «a CDU é um espaço de conjugação de experiências entre gerações», razão suficiente para termos «força, confiança e esperança». Porque a CDU é «a força que não deixa confinar a vida e os direitos, a força que vê o futuro com confiança, que anima laços de solidariedade e acção comuns, que não se refugia, que estimula a intervenção e a opinião de cada um sobre as respostas para os problemas do presente e as soluções para o futuro».

As eleições estão marcadas para 26 de Setembro. Para dar arranque às duas semanas de campanha, o almoço CDU, que estava agendado para domingo, dia 18, fica marcado para dia 12 de Setembro no Restaurante Solar das Olaias. Até lá, é tempo de pôr mãos à obra, falar com os nossos amigos, vizinhos, colegas, porque o resultado da CDU nestas eleições está já em construção.

Por uma Lisboa com vida! Pelo direito à cidade!