O Valor da TAP é o dos seus trabalhadores!

tap out18A Célula da TAP distribuiu os trabalhadores um comunicado sobre a situação na empresa, onde se critica o Governo pela passividade face ao minoritário capital privado, e onde se sublinha que o maior valor da empresa são os seus trabalhadores, ao contrário daquilo que a prática patronal quer dar a entender. Um comunicado onde se apela igualmente à participação na Manifestação Nacional de 15 de Novembro.

Ler comunicado em PDF

TAP: Governo tem que travar despedimentos e repressão

2req TAPNos últimos meses assistiram-se a diversas situações no Grupo TAP, onde só a pronta intervenção organizada dos trabalhadores impediu um ainda maior agravamento da situação laboral. Com a passividade do governo, a Administração pode ameaçar trabalhadores e censurar comunicações da CT, e ainda tentou desenvolver um despedimento colectivo encapotado. O PCP exigiu que o Governo adoptasse uma atitude mais respeitadora da lei e do facto de deter 50% do capital.

Ler Requerimento sobre assédio e Requerimento sobre o despedimento

PCP distribui Boletim da Célula da TAP no Aeroporto de Lisboa

boltap maio18A Célula da TAP está a distribuir aos trabalhadores da empresa o seu Boletim de Maio, muito centrado na análise às contas de 2017, e onde se faz o desmistificar do auto-elogia da Administração da TAP, antes alertando que a TAP continua a mostrar a sua viabilidade APESAR da gestão privada, e não graças a ela.

Ler Comunicado em PDF

PCP exige que Governo faça respeitar direitos dos trabalhadores do Refeitório da TAP

req ref tapOs trabalhadores do Refeitório da TAP viram-se impedidos por esta de realizar um plenário de trabalhadores, e ainda tiveram de enfrentar a presença policial deslocada para o local numa medida intimidatória que nada na lei autoriza. O PCP, na Assembleia da República, questiomou o Governo sobre a sua cumplicidade com a violação da lei, exigindo que intervenha em defesa dos direitos dos trabalhadores da TAP.

Ler Requerimento enviado ao MAI, ao MTSS e ao MIOP

Em distribuição o Boletim da Célula da TAP

mini-boletimtapcapaEstá em distribuição o Boletim da Célula da TAP.  Onde se abordam questões como os projectos de privatização da Manutenção da TAP, o ataque à contratação colectiva dos trabalhadores e outras questões relativas à vida dos trabalhadores da empresa. Um Boletim onde se destaca que a TAP continua a ser detida maioritariamento pelo Estado Português, e que este tem que ser obrigado a intervir em todas as questões estratégicas em defesa do interesse ncional.

Ler Boletim em PDF

Contra a tentativa de alienar a Manutenção Portugal da TAP

req tapmanA Administração da TAP assumiu agora que pretende separar a Manutenção Portugal da TAP e privatizá-la (encontrar um parceiro, dizem). É um plano dos capitalistas que gerem a TAP que o PCP já tinha denunciado em 2016 mas estes negavam a pés juntos. Este projecto tem que ser travado, e o Governo tem que intervir na defesa do interesse nacional pois detém a maioria do capital social da TAP.

Ler Requerimento em PDF

Face à ameaça da malária, a necessidade de minorar os riscos para os trabalhadores da TAP

rect malariaPorque é importante não esquecer que há pouco mais de um ano morreu um trabalhador da TAP, vítima de contágio pela malária quando se deslocou em trabalho a uma zona de risco. Porque é importante questionar sobre os resultados das comissões de inquéerito entreanto criadas. Porque  é importante prevenir. O PCP questionou o Governo sobre o resultados desses grupos de trabalho e sobre as medidas já tomadas.

Ler requerimento em PDF

PCP exige que Governo trave Administração da TAP

req aesnpvacA Administração da TAP está a ameaçar os trabalhadores tripulantes de cabine com a denúncia do seu AE, chantageando-os no sentido de cederem um conjunto de direitos. O PCP denúncia o carácter provocatório desta acção da empresa e exige do Governo que utilize o facto de deter a maioria do capital para travar a Administração da TAP e desenvolver um processo de negociação colectiva saudável sem chantagens e ameaças.

Ler Requerimento em PDF

O controlo de 50% do capital pelo Estado não é suficiente para defender a TAP!

20170727 tapgrupoA Célula da TAP está a distribuir aos trabalhadores um comunicado onde sublinha a posição do PCP sobre a medida do Governo de retomar o controlo de 50% do capital, e onde alerta para os perigos que se avizinham com a gestão privada e a implementação do plano estratégico. Um comunicado onde o PCP sublinha o papel fundamental que a organização, unidade e luta dos trabalhadores da TAP continuará a ter para a defesa da TAP, dos seus trabalhadores e dos interesses nacionais.

Ler Comunicado em PDF

Contra a alienação das Lojas Francas de Portugal: PCP exige respostas do Governo!

600LFPFace ao anúncio da venda das Lojas Francas de Portugal à multinacional VINCI (via ANA), o PCP questiona esta decisão, que representa a alienação de uma empresa lucrativa da TAP para proceder à capitalização da companhia, assim confirmando que os accionistas privados vieram buscar e não trazer à TAP.  Esta alienação, que o Governo deveria ter impedido, representa ainda o continuar de uma política de entrega progressiva da economia nacional às multinacionais, além de comportar novos perigos para os seus trabalhadores.

Ler Requerimento em PDF