Aprovada proposta do PCP: Sérgio Monteiro e Rui Loureiro chamados à Assembleia da República para explicar ilegalidades na reestruturação em curso no Metro, Carris, TT e Soflusa

O requerimento do PCP propondo a chamada urgente de Sérgio Monteiro e Rui Loureiro à Assembleia da República foi hoje aprovado por unanimidade na Comissão de Economia. Recordemos que no requerimento o PCP contesta a forma e o conteúdo do processo de reestruturação que está a ser impostos nestas quatro empresas.

Ler Requerimento do PCP em PDF

PCP edita comunicado aos trabalhadores da Carris, Metro, Transtejo e Soflusa

reestruturacao 2015junAs Direcções Regionais de Lisboa e Setúbal editaram hoje um comunicado aos trabalhadores sobre a reestruturação em curso na Carris, no Metro, na Transtejo e na Soflusa. Um comunicado onde se contesta o processo em curso (nos seus objectivos e na sua forma) e se apela ao crescimento da luta e da resistência. Um comunicado onde o PCP dá conta das iniciativas já tomadas no plano institucional e sublinha a importância de uma grande Marcha da CDU no próximo dia 6 de Junho.

Comunicado em PDF

PCP chama Secretário de Estado e Administrador à Assembleia por causa da reestruturação na Carris, Metro, Transtejo e Soflusa

reest ilegalO PCP apresentou hoje um Requerimento na Assembleia da República para que o Secretário de Estado dos Transportes e o Presidente das quatro empresas sejam chamados à Assembleia da República. Essa iniciativa baseia-se em fundadas dúvidas sobre a legalidade e lisura do processo de reestruturação que está a ser imposto e em firmes certezas de que esse processo não serve os interesses nem de utentes, nem de trabalhadores, nem do Estado, apenas satisfazendo aqueles que ficarem com a possibilidade de explorar as empresas que o Governo está a tentar destruir e entregar por pedaços aos capitalistas.

Ler Requerimento em PDF

A Luta continua na Marcha de dia 6 de Junho: Derrotar o governo, afirmar a alternativa!

Cópia de segurança de marcha transportesO Sector dos Transportes está a distribuir aos trabalhadores e reformados do sector um apelo à participação na Marcha de 6 de Junho, onde sublinha a importância desta para derrotar o Governo e a sua política bem como para demonstrar a necessidade e possibilidade de um caminho alternativa para o sector e para o país.

Ler comunicado em PDF

Marcha contra as Privatizações reafirma confiança na luta e na unidade para travar o Governo

20150521marchaUma grande Marcha contra as Privatizações nos Transportes percorreu hoje as ruas de Lisboa. Sob o Lema «Público é de Todos, Privado É Só de Alguns», marcaram presença mais de um milhar de membros de mais de quarenta organizações de trabalhadores, reformados e utentes. O PCP esteve representado pelo deputado Bruno Dias. Na intervenção no encerramento da Marcha, Arménio Carlos sublinhou as vitórias já alcançadas e recordou o conjunto de objectivos contra o sector que estavam colocados no Memorando entre as troikas, e como, apesar dos roubos sofridos, muitos desses objectivos foram travados pela luta.

PCP confronta Governo com reestruturação ilegal na Carris, Ml, TT e Soflusa

reest ilegalO PCP confrontou o Governo na Assembleia da República com o ilegal processo de reestruturação em curso na Carris, Metro, Transtejo e Soflusa. Em concreto, o PCP questiona o facto de Administração mentir descaradamente na Comunicação Social e exige que seja colocado um travão nas chantagens e ameaças com que estão a ser pressionados muitos trabalhadores destas empresas.

Ler Requerimento em PDF

Governo corta apoios às empresas públicas e envia milhões para as privadas

Em Nota de Imprensa, o Sector dos Transportes denuncia o conteúdo da resolução do Conselho de Ministros de ontem sobre as Indemnizações Compensatórias para 2015: eliminação de apoios às empresas públicas e crescente apoio às empresas privadas, num quadro em que são as empresas públicas quem garante a maior fatia do transporte público.

Ler Nota de Imprensa em PDF

Contra as privatizações: Em defesa da CP Carga, da EMEF e da TAP!

Na declaração política que o PCP levou hoje à tribuna da Assembleia da República, além de abordar o processo de privatização da TAP, Bruno Dias afirmou que o pacote de negócios que o Governo está a lançar na fase terminal do seu mandato chegou agora aos processos de privatização da EMEF e da CP Carga, operação que representa ainda uma nova e mais gravosa etapa do processo de liquidação do sector ferroviário nacional.

O PCP questionou o Governo sobre a sistemática violação dos direitos das CT's da Carris e do Metro de Lisboa

mini-reestruturar carrismlO Metropolitano de Lisboa e a Carris estão a promover uma profunda e negativa reestruturação, onde se integra o processo de subconcessão da exploração comercial do Metro e dos autocarros, mas vai muito mais longe. Este processo de reestruturação está a ser conduzido violando os direitos das Comissões de Trabalhadores e afrontando a lei. O PCP questionou o Governo sobre a sua cumplicidade com este comportamento ilegal exigindo o  imediato respeito pela lei e pela Constituição.

Ler Requerimento em PDF

É preciso que o Governo pare de desestabilizar o Metro e a Carris!

metro carris 6maioEm comunicado aos trabalhadores da Carris e do Metropolitano de Lisboa, as células do partido nas duas empresas alertam para a necessidade de intensificar a luta contra o processo de destruição das empresas que o actual governo continua a impulsionar. No comunicado, aborda-se a questão da providência cautelar e do respectivo recurso, mas sublinha-se que é na luta de trabalhadores e utentes que reside a verdadeira força que pode travar o Governo e as suas intenções.

Ler comunicado em PDF