Roubo nos descontos para o IRS na TAP: alguém é responsável!

tapirsO PCP colocou na Assembleia da República duas perguntas escritas ao Governo sobre o facto de muitos trabalhadores da TAP estarem a ser roubados no IRS por via das finanças estarem a recusar a inclusão das despesas com o Infantário da TAP nas declarações. A desculpa para esse roubo - uma questão técnica que a TAP e as finanças não quiseram resolver até hoje - não pode ser transformada num roubo aos trabalhadores, pelo que se exige uma solução para o IRS de 2015 e para este ano.

Ler Requerimento 1 e 2 em PDF

PCP dá a palavra aos Assistentes de Portos e Aeroportos: «Basta de Precariedade e Exploração!»

20160603audicao apasO PCP promoveu hoje (foto) uma Audição Parlamentar aos Assistentes de Portos e Aeroportos, numa iniciativa que contou com a participação de 70 trabalhadores do sector, oriundos dos aeroportos de Lisboa, Porto, Funçhal e Ponta Delgada, incluindo cerca de uma dezena de delegados e dirigentes do SITAVA.  O quadro traçado pelas mais de vinte intervenções deixou a imagem clara de um sector onde impera a precariedade e os baixos salários, com uma degradação preocupante das condições de trabalho. O PCP assumiu o compromisso de avançar com um conjunto de iniciativas parlamentares sobre o sector, mas saudou o despertar destes trabalhadores para a necessidade de tomarem em suas mãos a resolução dos seus problemas.

Estas são as pás com que é preciso enterrar a precariedade e os baixos salários!

 MG 7355Um conjunto diversificado de activistas sindicais e membros de Comissões de Trabalhadores participou nesta acção de luta promovida pela FECTRANS e pela USL/CGTP e que contou com a participação de outras organizações como o SETC. Os presentes entregaram ao primeiro-ministro uma pá e um Manifesto com um conjunto de situações onde está nas mãos do governo rapidamente aplicar medidas que enterrem «o modelo assente na precariedade e nos baixos salários» como afirmou o primeiro-ministro pretender.

Transportes: Defender, Repor e Conquistar direitos com a luta que continua!

ilustrar odO Organismo de Direcção do Sector dos Transportes reuniu no dia 31 de Maio, realizou o balanço do desenvolvimento da luta no sector e elegeu os seus organismos executivos. O PCP saudou a luta dos estivadores e do handling, valorizando a luta e as vitórias alcançadas. O PCP sublinhou a importância da acção de luta da Fectrans do próximo dia 2 e apelou à forte participação dos militantes do sector.

Ler comunicado do OD do Sector dos Transportes

PCP avança com Campanha pelo Alargamento do Passe Social Intermodal

passe800pxO PCP lançou uma campanha metropolitana pelo alargamento do Passe Social Intermodal, assente na ideia: «UM Passe Social Intermodal, TODOS os operadores, TODAS as Carreiras e TODA a Área Metropolitana de Lisboa». No comunicado à população que se está a distribuir, sublinha-se a necessidade de fazer do aumento de utentes o objectivo central do sistema de transportes públicos, rompendo com um caminho, desastroso, de aposta na mercantilização do transporte público.

Ler Comunicado em PDF

XIV Assembleia de Organização do Sector dos Transportes

xivaotransportesRealizou-se hoje a XIV Assembleia de Organização do Sector dos Transportes. Depois de um dia de trabalhos, foi aprovada por unanimidade a Resolução Política e o novo Organismo de Direcção do Sector.

Metro e Carris: É preciso ter calma, mas não podemos adormecer!

metrocarris comEm comunicado do Sector dos Transportes aos trabalhadores da Carris e do Metro, o PCP valoriza os avanços recentes alcançados pelos trabalhadores e reformados destas empresas, mas sublinha a dimemsão crescente de compromissos assumidos com os trabalhadores e que tardam em ser concretizados, apelando à continuação da unidade e luta dos trabalhadores como factor determinante para impulsionar uma efectiva mudança de políticas.

Ler Comunicado em PDF 

Trabalhadores do SEE entregam petição exigindo revogação do Decreto-Lei 133/13

EntregaPeticao13Abr2016Uma alargada delegação de membros de Organizações Representativas dos Trabalhadores do Sector Empresarial Local e Central entregaram hoje uma petição pela revogação do Decreto-Lei 133/13, imposto pelo anterior governo e que introduziu um conjunto de roubos aos trabalhadores deste sector, além de configurar um quadro de funcionamento das empresas públicas que praticamente as inviabiliza, forçando a sua privatização. As mais de 5000 assinaturas, rapidamente recolhidas no interior destas empresas, são uma importante demonstração da amplitude da reivindicação. O deputado do PCP Bruno Dias dirigiu-se aos presentes, e reafirmou a solidariedade activa do PCP com esta justa luta.

Acordos de Empresa do Metro e da Carris: PCP questiona Governo sobre as suas verdadeiras intenções

caducidadeaesO PCP questionou o Governo na Assembleia da República sobre a contratação colectiva no Metro e na Carris. É inaceitável o facto de se manter a denúncia dos acordos de empresa decretada pelo anterior governo. Esta denúncia, que aproxima a cada dia a caducidade da contratação, merece e exige a justa luta dos trabalhadores. O PCP lamenta que o Governo esteja tão rapidamente a frustar as expectativas criadas aos trabalhadores destas empresas.

Ler Requerimento em PDF

Velhos perigos e novas ameaças: a "nova" estratégia da UE para a aviação

20160317sectoraereoRealizou-se hoje, no Auditório de formação da NAV, uma reunião promovida pelo PCP sobre a "nova" estratégia da UE para a aviação. Com a participação do deputado ao Parlamento Europeu João Ferreira,  a reunião contou com a participação de Comissões de Trabalhadores e Sindicatos do Sector. O PCP sublinhou a importância dos trabalhadores do sector na luta que terá que ser movida para travar estas políticas,  em defesa da soberania nacional e contra o incremento da exploração dos trabalhadores.

Ler o Comunicado do PCP sobre a "nova" estratégia