SPDH, CarrisTur e EMEF: PCP questiona governo sobre ilegalidades e precariedade nestas Empresas

precariedade.jpgO Grupo Parlamentar do PCP colocou na Assembleia da República requerimentos referentes a três empresas do Sector Empresarial do Estado, denunciando situações de ilegalidades e promoção da precariedade, exigindo a correcção destas situações e questionando o governo se as leis não são para cumprir nas empresas públicas. Condenando a contratação de ETT's para substituir os trabalhadores despedidas de Faro da SPDH, o recurso à SIEMEF para manter a precariedade na EMEF, e a recusa da Carristur em cumprir a decisão do Tribunal de reintegrar um trabalhor ilegalmente despedido no fim do seu contrato.

Ler Requerimentos ao Ministerio dos Transportes sobre a EMEF , a Carristur e a SPDH

Ler Requerimentos ao Ministério do Trabalho sobre a EMEF , a Carristur e a SPDH

Sector dos Transportes do PCP toma posição sobre a demissão da Administração da CP Carga

cpcarga.jpgO Sector dos Transportes da ORL do PCP tomou hoje posição sobre a demissão da Administração da CP Carga, considerando que "Trata-se de uma decisão gravíssima, já que esta demissão aparece como a resposta do Governo a uma proposta negociada com um Sindicato pela administração da CP Carga, proposta que ia no sentido de fazer cumprir o Acordo de Empresa livremente assinado entre as partes, e cuja violação estava a motivar a justa luta dos trabalhadores da CP Carga." Na sequência desta posição, o PCP apresentou na Assembleia da República um requerimento ao Governo sobre esta matéria.

Ler Requerimento em PDF

Centenas de Apoiantes do Sector dos Transportes lançam apelo final ao voto em Francisco Lopes!

transporte_fl.jpgNum apelo final ao voto, centenas de apoiantes das empresas de transporte de Lisboa, muitos dos quais ligados às ORT's do sector, sublinham que: "Recusamos este Orçamento de Estado e a política de desastre nacional que PS e PSD nele impuseram! Não esquecemos o apoio de Cavaco Silva, Manuel Alegre e Fernando Nobre a este Roubo aos Trabalhadores e ao Povo! É preciso parar de encher os bolsos aos especuladores e aos parasitas, valorizar o Trabalho e os Trabalhadores, e colocar Portugal a Produzir! Vamos continuar a lutar! E no dia 23, estaremos ao lado de quem está ao nosso lado!"

 

Ler Comunicado em PDF

Utentes e Trabalhadores: Contra o aumento de preços, a redução de serviços e as privatizações!

utentes2011_fl.jpgEstá em distribuição um comunicado das Comissões de Utentes das Linhas de Sintra, Cascais e Azambuja, conjunto com a Comissão de Trabalhadores da CP e o SNTSF, onde se denuncia o brutal aumento de preços nos transportes, as decisões do Governo de reduzir a circulação ferroviária nas linhas suburbanas para permitir centenas de despedimentos, numa político cujo único objectivo é preparar as privatizações dos sectores lucrativos da CP à custa dos utentes e dos trabalhadores.

 

Ler Comunicado em PDF

Sector Aéreo: Comissão de Apoio a Francisco Lopes apela ao voto e à luta!

aereo_apoio.jpgSão 94 os trabalhadores do Sector Aéreo (de empresas como a TAP, a SPDH/Groundforce, a NAV e a ANA), muitos deles das Organizações Representativas dos Trabalhadores, que apelam ao voto em Francisco Lopes num comunicado em distribuição no Aeroporto de Lisboa. Um comunicado onde se aborda ainda a situação no sector, e onde se sublinha que só a candidatura de Francisco Lopes está ao lado dos trabalhadores, na luta contra a privatização, na defesa da contratação colectiva, na resistência ao ataque aos salários e ao emprego.

Ler Comunicado em PDF

Francisco Lopes com Comissões de Trabalhadores dos Transportes

flopes_metro.jpgPromovido pela Comissão de Apoio no Sector dos Transportes de Lisboa, realizou-se no dia 14 uma reunião entre Francisco Lopes e Comissões de Trabalhadores do Sector subordinada ao tema "O Presidente da República, a Constituição da República e o controlo de gestão no Sector Empresarial do Estado".

Trabalhadores dos Transportes e Comunicações reafirmam: a luta continua!

fectrnas20101512.jpgPromovido pela FECTRANS, realizou-se hoje uma concentração de activistas sindicais frente ao Ministério dos Transportes, onde foi entregue ao Governo uma Resolução onde, perante o prosseguir da brutal ofensiva contra os trabalhadores, se promete "Continuar a potenciar todas as formas de unidade na acção nas empresas dos sectores dos transportes e das comunicações, assumindo assim a luta como forma de atingir as reivindicações dos trabalhadores, desenvolvendo todas as acções, incluindo, na forma de greve, que se justifiquem face à brutal ofensiva com que os trabalhadores são confrontados diariamente."

Apoiantes nas Rodoviárias de Passageiros do Distrito Lisboa: Com Francisco Lopes, a luta continua!

presidenciais_apoiantes_rod.jpgReunindo 48 apoiantes trabalhadores das Rodoviárias de Passageiros do Distrito de Lisboa, a Comissão de Apoio à candidatura de Francisco Lopes à Presidência da República está a distribuir um comunicado nas empresas do Sector onde apela à continuação da resistência e da luta contra esta política de desastre nacional.  Um comunicado onde se pode ler "Francisco Lopes é o candidato presidencial do PCP, dos trabalhadores e do povo.  Francisco Lopes é o único candidato que não está comprometido com estas políticas de direita, é o único candidato que assegura uma ruptura tão necessária quanto essencial aos interesses nacionais. Francisco Lopes é o único candidato que irá cumprir e fazer cumprir a Constituição da República Portuguesa."

Ler Comunicado em PDF

Aeroportos: Massiva adesão à greve geral paralisa Aeroportos Nacionais

mini-tap.jpgFruto da adesão massiva dos trabalhadores à greve geral, os aeroportos nacionais estão encerrados, realizando-se apenas os voos previstos nos serviços mínimos (uma ligação aos Açores e outra à Madeira). A adesão é total - de 100& - na NAV no turno da noite. Na TAP e SPDH/Groundforce a adesão é igualmente esmagadora.

Em defesa dos postos de trabalho, dos direitos e da soberania nacional - Greve Geral no Sector Aéreo

 usar0.jpg
 Realizou-se hoje o plenário de trabalhadores do Grupo TAP (que inclui empresas como a TAP, a SPDH Grounforce e as Lojas Francas de Portugal). Os cerca de 900 trabalhadores presentes reafirmaram a sua adesão à Greve Geral de dia 24 de Novembro. Particularmente saudados na sua chegada ao Plenário foram os cerca de 200 trabalhadores da SPDH/Groundforce de Faro que se deslocaram a Lisboa hoje, tendo o plenário aprovado uma moção de solidariedade com a sua luta.