PCP leva luta contra a privatização da TAP e da ANA à Assembleia da República

mini-20121002 audicao_tap_ana_bdNo quadro da luta contra a privatização da TAP e da ANA, o PCP promoveu na Assembleia da República uma Audição Parlamentar que contou com a participação das Comissões de Trabalhadores da TAP e da ANA, e, no plano sindical, da CGTP-IN, do Sitava e do SPAC. Uma iniciativa onde o PCP informou do agendamento, por iniciativa do PCP, da apreciação parlamentar ao decreto privatizador do Governo para 19 de Outubro - debate onde o PCP irá apelar ao chumbo parlamentar deste crime contra o país.

Ver vídeo com Bruno Dias

23h00 - CP, Metro de Lisboa e CP Carga paralisadas numa grande greve em defesa da contratação colectiva e contra o roubo nos salários

mini-Imagem0423As greves contra a imposição do novo código de trabalho e a tentativa de redução unilateral do pagamento do trabalho extraordinário (e em dia de descanso ou feriado) conhece este 15 de Agosto um momento alto face à convergência de um conjunto de pré-avisos de greve ao trabalho em dia feriado. Este dia 14, logo às 21h38 encerrava a circulação na Linha de Sintra da CP, seguida de imediato pelas linhas de Cascais e Azambuja. Neste momento a circulação na CP e CP Carga encontra-se totalmente paralizada e assim se espera que continue durante todo o dia de amanhã. No Metro de Lisboa, a adesão esmagadora dos trabalhadores à greve levou ao encerramento da circulação às 23h20, situação que se manterá apenas até às 8h30 de amanhã, face à decisão hoje tomada em plenário pelos trabalhadores. Durante todo o dia 15, a greve far-se-á igualmente sentir na Carris, na Refer e nos STCP. O PCP, activamente solidário com a luta, exige do Governo o fim dos roubos sucessivos aos trabalhadores e o respeito pela contratação colectiva livremente assinada. 

Comissões de Trabalhadores dos Transportes exigem respeito pela Constituição e mudança de políticas

Realizou-se o Encontro das Comissões de Trabalhadores do Sector dos Transportes, que contou com a presença das Comissões de Trabalhadores das seguintes empresas: CP; REFER; EMEF; CP-CARGA; CARRIS; METROPOLITANO de Lisboa; VIMECA; TAP; ANA. Divulgamos aqui as conclusões a qu chegaram, destacando a importante denúncia sobre a sistemática violação dos direitos constitucionais das CT's e da degradação da democracia que tal facto representa, e a crítica às contas de 2011 destas empresas, com o crescimento da exploração a seguir a par com o crescimento da sangria pela Banca.

Ler Conclusões em PDF

O Combate contra a destruição do Metro e da Carris também se trava na Assembleia da República

mini-33ATambém na Assembleia da República o PCP trava o combate contra a destruição do Metro e da Carris. Agora através da chamada a apreciação parlamentar (para o chumbar) do Decreto do Governo onde este, ilegalmente e contra os interesses das empresas, dos trabalhadores e dos utentes, aponta para a a fusão das administrações do Metro e da Carris.

Ler Requerimento em PDF

Trabalhadores dos Transportes e Comunicações exigem mudança de rumo em concentração frente ao Ministério da Economia

usar05062012fectransConvocados pela FECTRANS, um vasto conjunto de activistas e dirigentes das ORT's do Sector dos Transportes e Comunicações concentraram-se hoje frente ao Ministério da Economia, exigindo uma mudança de rumo no sector, onde as opções do Governo só servem os interesses das multinacionais e da banca, daqueles que já estão a pilhar o país.

Ver Resolução Aprovada

Sector Aéreo: Defender os salários, a contratação colectiva e as empresas!

aereo

No dia em que os trabalhadores da NAV realizavam mais uma jornada de luta (greve de 2h a cada turno), os trabalhadores das restantes empresas públicas do sector aérea realizavam uma vigorosa jornada de 24 horas de greve, que registou significativos níveis de adesão em Empresas como a ANA, a Portway e a Manutenção da TAP. Uma greve convocada para exigir o respeito pela contratação colectiva e pelos salários (face às violações e roubos em curso) e para promover a defesa destas empresas ameaçadas pela política de traição nacional em curso. 

Transportes: Roubam aos trabalhadores, oferecem à banca e às multinacionais! É preciso reforçar o PCP!

transportes26Num Comunicado aos trabalhadores das Empresas Públicas de Transportes, o PCP ilustra com os dados já conhecidos de 2011 quais os efeitos práticos do corte de salários nestas empresas: os milhões que roubaram ao trabalho foram direitinhos para o aumento de juros. O PCP reafirma ainda que um ano depois, tudo está pior e mais pobre, excepto a banca e as multinacionais. E alerta para as consequências da política de traição nacional que está ser implementada.

Ler Comunicado em PDF

Empresas Públicas de Transportes: dinheiro roubado aos trabalhadores vai todo para a banca!

bastaAs Comissões de Trabalhadores das Empresas Públicas de Transportes (subscrito já por Metro Lisboa, Carris, CP, CP Carga, EMEF, TAP e ANA) editaram um documento de conclusões da reunião realizada o passado dia 7, onde se destaca: a denúncia das ilegalidades cometidas pelas Administrações e o Governo; a denúncia que, com bases nas contas de 2011, a brutal redução da massa salarial nestas empresas (quase 20%) foi insuficiente para cobrir o aumento dos juros que pagam à banca!

Ler Comunicado em PDF

Governo dá mais um passo no processo de destruição da Carris e do Metro

carrismetrofusao 2012gg

Face ao anúncio governamental da adopção de diplomas no governo no sentido da fusão do Metro e da Carris, o PCP anuncia que os chamará à ratificação parlamentar, assim que for publicado, e lutará na Assembleia da República para o chumbar. E intervirá igualmente na Câmara Municipal de Lisboa exigindo desta uma posição mais activa na defesa destas empresas, do serviço público, e dos direitos de utentes e trabalhadores. Mas é na luta dos trabalhadores e dos utentes que reside a possibilidade real de impor uma mudança de políticas que trave o actual rumo de destruição do país, rumo que no sector dos transportes se traduz na colocação de um sector estratégico da nossa economia ao serviço da acumulação capitalista das multinacionais.

Ler Comunicado em PDF

Transportes em luta contra o roubo aos trabalhadores e aos utentes!

mini-metro20120202Os trabalhadores do Sector dos Transportes ergueram hoje uma grande greve contra o roubo nos salários e contra o roubo aos utentes. No Metro, na Transtejo, na Soflusa, na CP Carga e nos STCP a paralização a praticamente 100% foi o denominador comum, e mesmo na Refer, na Carris e na CP, apesar de indices de adesão inferiores, foram muitos os trabalhadores que estiveram em luta. Uma luta cuja dimensão é ainda reforçada pela necessidade de vencer serviços mínimos ilegais, e as habituais manobras de intoxicação e intimidação do Governo e das Administrações. O PCP saúda todos os trabalhadores em luta, e reafirma a necessidade de intensificar o combate contra o pacto de agressão que o Governo está a implementar!