Impondo o seu direito a expressar-se, os trabalhadores dos Transportes exigem: Governo Rua!

.

Os trabalhadores dos transportes fizeram hoje ouvir a sua voz num debate sobre mobilidade para o qual  não estavam convidados. A sua intervenção, essencialmente dirigida contra um Governo que urge colocar na rua, acabou por incomodar igualmente quem estava muito confortável com o facto de os trabalhadores não se poderem expressar mas não gostou de que estes impusessem o seu direito a expressar-se!

O PCP reafirma que o futuro se contrói sem este governo e com os trabalhadores!

SWAPS - Parem o Regabofe com o nosso dinheiro!

swampsO Encontro Distrital de Comissões de Trabalhadores do Sector Público e Empresarial do Estado aprovou uma denúncia pública sobre o escândalo das Swaps, que aqui reproduzimos. Uma denúncia da brutal sangria que o sector financeiro está a realizar na especulação e nos juros, e para onde o governo envia milhares de milhões de euros!

  Ler Documento sobre as Swaps

Passe Social: Uma pequena vitória numa luta que continua!

mobO Executivo da DORL do PCP emitiu hoje uma nota de imprensa onde saúda o recuo da Vimeca e da Scotturb, fruto da luta das populações, apesar de ser apenas um recuo táctico. Numa nota onde denuncia o desvio de milhões para as empresas privadas, o PCP apela a que as populações mantenham activa a luta em defesa do passe social intermodalidade, que governo e capitalistas querem destruir para provocar nova escalada nos preços.

Ler Nota de Imprensa em PDF

PCP edita comunicado em defesa do passe intermodal e apela à luta das populações

21marcopasseA DORL do PCP está hoje a distribuir à população da região um comunicado contra a tentativa de destruição do passe social intermodal em curso, uma acção onde o Governo e os capitalistas que parasitam o sector procuram criar as condições para um novo e brutal aumento de preços paralelo a uma brutal redução da mobilidade das populações. Um projecto mais vasto, mas que hoje está ligado à tentativa de liquidar o passe social intermodal nas carreiras da Vimeca e da Scotturb, medida ilegal contra a qual o PCP apela à intensificação da luta das populações.

Ler comunicado do PCP em PDF

PCP propõe a redução de preços nos transportes

aum ilegalO grupo parlamentar do PCP propôs a redução dos preços dos transportes públicos em projecto de resolução chumbada na Assembleia da República pelos partidos da troika: PS, PSD e CDS. Como se pode ver no texto anexo, o PCP demonstrou que a actual política de brutais aumentos de preços está a reduzir a procura e a penalizar as famílias e a sua mobilidade. São gerados, deste modo, enormes prejuízos ao país e são criadas condições para entregar a exploração de mais um negócio vantajoso aos capitalistas.

Ler Projecto de Resolução

Nos transportes, unidade na luta contra a exploração

 

Cerca de três dezenas de Organizações Representativas dos Trabalhadores dos Transportes reuniram-se num plenário sectorial onde participaram ainda diversos reformados do sector que viram recentemente os seus direitos serem brutalmente atacados. A unidade na luta contra o brutal crescimento da exploração dos trabalhadores do sector e a necessidade de uma mudança de políticas para salvar o próprio sector das políticas destrutivas em curso motivou a decisão de promover um vasto conjunto de lutas convergentes, reforçando o processo de resistência em curso.

Transportes: a luta é o caminho!

transportes 31janA Célula do PCP na Carris saúda a determinação daqueles que, respondendo ao apelo do STRUP/CGTP-IN, participaram hoje na concentração de trabalhadores e reformados no Camões. São justas as causas que os levaram a aderir a esta acção: a solidariedade com a camarada Luísa Bota, dirigente da CT da Carris despedida depois de anos de perseguições; a luta contra o roubo do direito ao transporte dos reformados e familiares: a luta contra a multiplicação dos roubos a quem trabalha, nomeadamente na Carris. Como apontado na resolução aprovada, o caminho é o do alargamento da luta - a todos os trabalhadores da empresa, aos utentes, ao trabalhadores do sector, a todos os trabalhadores e ao povo português. A luta é o caminho!

Câmara de Lisboa sem coragem nem vontade para se opôr à privatização da TAP e da ANA, mas preocupada com as consequências para a Cidade

taplutalogoNo dia 19 de Dezembro, o PCP apresentou na Câmara Municipal de Lisboa uma Moção contra a privatização da TAP e da ANA e contra o aumento das taxas aeroportuárias em Lisboa que o Governo anunciou como consequência da privatização. Os pontos contra a privatização foram rejeitados, pois só o PCP os aprovou (PSD/CDS votaram contra, PS e «independentes» abstiveram-se). Já a condenação do aumento de taxas foi aprovado pois se o PSD/CDS manteve o voto contra, já o PS e os «independentes» votaram este alínea com o PCP. Ou seja, duas posições claras e no meio uns artistas que pensam ser possível estar de acordo com um processo e contra as suas consequências!

Ler Moção Proposta pelo PCP

Aeroporto de Lisboa - Uma grande greve geral!

mini-piquete aeroporto

Fruto da adesão de milhares de trabalhadores do sector, está-se a construir uma grande greve geral no sector aéreo. A manutenção da TAP com mais de 90% de adesão à greve é o sector de mais forte adesão, mas são muitos os trabalhadores da SPDH, da Portway, da ANA, da NAV, da TAP e da SATA que hoje estão em greve, levando a que cerca de 70% da operação aeroportuária não se realize e que a restante esteja a ser realizada em violação das regras mínimas de segurança, como já foi denunciado pelos sindicatos. 

Estamos a construir uma grande greve geral

mini-metro2012ggNuma curta intervenção junto de um dos piquetes de greve do Metropolitano de Lisboa, Arménio Carlos sublinhou a grande greve que os trabalhadores portugueses estão a cumprir nesta madrugada: o Porto de Lisboa encerrado, a CP e o Metro paralizados, centenas de Empresas privadas como a Sotancro e Saint-Gobain, e de locais de trabalho da Administração Pública estão com adesões entre os 80 e os 100%. O ATAQUE É BRUTAL, A GREVE É GERAL!