É urgente demitir o Governo e libertar o país da política de direita

 
Bruno Dias, integrando a delegação do PCP presente na jornada de luta dos trabalhadores dos sectores dos transportes e comunicações transmitiu a solidariedade do PCP no combate destes trabalhadores à retirada de direitos, aos cortes nos salários, à destruição da contratação colectiva inscrita e às demais medidas inscritas no Orçamento de Estado que o Governo PSD/CDS que é urgente travar.

7 de Novembro - Uma grande jornada de luta contra o roubo e a exploração!

mini-07plecarrisarmenioO Sector dos Transportes do PCP saúda as lutas travadas hoje pelos trabalhadores de diversas empresas do sector, uma justa luta travada contra os roubos no Orçamento de Estado de 2014 e no DL 133/13. Na Carris, nos STCP, na CP, na CP Carga e na Soflusa foram milhares os trabalhadores que hoje estiveram em luta. No Sábado, dia 9, a quinzena de luta dos trabalhadores e reformados do sector dos transportes e comunicações culmina com uma grande manifestação a partir do Camões às 14h30.

Os roubos a quem trabalha não param: é preciso travar o DL 133/2013!

1332013apRespondendo ao apelo das Organizações Representativas dos Trabalhadores, o PCP apresentou na Assembleiada República o pedido de apreciaçãoparlamentar do Decreto-Lei 133/2013. Recordamos que este Decreto-Lei realiza um novo e inconstitucional ataque à contratação colectiva e à própria existência e sobrevivência das empresas públicas.

Ler Pedido de Apreciação Parlamentar em PDF

Trabalhadores dos Transportes e Comunicações em Vigilia anunciam intensificação da luta

mini-tribunapublica11out2013Numa vigilia que decorreu durante todo o dia 11 no Largo Camões, os trabalhadores dos transportes e comunicações denunciaram as consequências desastrosasparaos utentes e para o país da política do Governo, e anunciaram que face a uma nova onda de roubos (Decreto 133/13, Orçamento de Estado) estão a reforçar a sua unidade e vão endurecer a luta, apelando desde já a uma massiva presença a 19 de Outubro.

Governo destrói fiscalização nos transportes e queixa-se do aumento das fraudes?

fraudeO Grupo Parlamentar do PCP questionou o Governo sobre o aumento das fraudes nos transportes. Num requerimento onde se começa por sublinhar a vertente propagandistica desta recente preocupação do governo (que quer desviar a atenção do desastre da concretização dessa fraude chamada Plano Estratégico de Transportes), o PCP pergunta como não haveria de aumentar a fraude se o Governo está a impor o despedimento dos trabalhadores que fiscalizavam os transportes  públicos? 

Ler Requerimento em PDF

Sobre a decisão do Tribunal Constitucional de chumbar alterações ao Código de Trabalho

tc nota20setEm comunicado aos trabalhadores do Sector dos Transportes, o PCP sublinha a importância do chumbo do Tribunal Constitucional a um conjunto de alterações impostas há pouco mais de um ano ao Código de Trabalho. Resultando esta decisão de uma iniciativa dos deputados do PCP, do PEV e do BE, neste comunicado sublinha-se o contributo decisivo da luta e da resistência dos trabalhadores do sector, e apresentam-se as consequências que é preciso tirar de cada uma das decisões anunciadas.

  Ler Comunicado em PDF

Trabalhadores e Membros das ORT's do Sector dos Transportes apelam: Dia 29 é dia de luta! Vota CDU!

apelocdutranspPerto de duas centenas de trabalhadores e membros das ORT's do Sector dos Transportes lançaram um Apelo ao Voto na CDU nas eleições autárquicas de 2013, destacando três razões para esse apelo: foi a CDU que esteve sempre do lado da luta contra a ofensiva exploradora dos últimos governos; o voto na CDU é o voto de confiança, que nunca será usado para trair os trabalhadores e o sector; a CDU é quem defende e pratica uma política de transportes ao serviço das populações e do país!

Ler Comunicado aos Trabalhadores do Sector dos Transportes

Novo regime jurídico do Sector Público: Unidade e Luta contra o roubo nos salários e a destruição do sector público

regime see 2013agostoO Sector dos Transportes de Lisboa do PCP, face à aprovação ontem pelo Governo do Regime Jurídico do Sector Empresarial Público editou hoje um comunicado onde alerta os trabalhadores para a necessidade de começar desde já a organizar a resistência e a luta contra os graves crimes contra a economia nacional e os novos roubos nos salários que o Governo quer implementar com esta medida.

Ler Comunicado em PDF

IMPACTOS DA GREVE GERAL NO AEROPORTO DE LISBOA

Grande impacto da Greve Geral no Aeroporto de Lisboa, com 80% de adesão no handling (SPDH Groundforce) e de 90% na Manutenção TAP, a que se juntam importantes adesões em sectores da TAP e da NAV.

Ocorrem por isso graves perturbações nas operações aeroportuárias com atrasos de cerca de 3 horas, como é o caso dos voos da TAP para Dusseldorf, Frankfurt e Roma.

Às 17h30, já haviam sido cancelados 56 voos, sem esquecer que TODOS os restantes voos sofreram atrasos.

Ao insistir na realização de voos, ignorando regulamentos, a Administração do Aeroporto colocou ainda em causa a segurança de passageiros e tripulações.

Impondo o seu direito a expressar-se, os trabalhadores dos Transportes exigem: Governo Rua!

.

Os trabalhadores dos transportes fizeram hoje ouvir a sua voz num debate sobre mobilidade para o qual  não estavam convidados. A sua intervenção, essencialmente dirigida contra um Governo que urge colocar na rua, acabou por incomodar igualmente quem estava muito confortável com o facto de os trabalhadores não se poderem expressar mas não gostou de que estes impusessem o seu direito a expressar-se!

O PCP reafirma que o futuro se contrói sem este governo e com os trabalhadores!