Sector Intelectual da ORL lamenta profundamente a morte do actor António Montez

O Sector Intelectual da Organização Regional de Lisboa do PCP lamenta profundamente a morte do actor António Montez.

António Montez participou na luta pela liberdade e pela democracia ainda antes da Revolução de Abril, sendo um intelectual empenhado na construção de um país de progresso, soberano e desenvolvido. O seu percurso de décadas na promoção da cultura, quer na sua divulgação, quer no desempenho da sua profissão, no teatro, no cinema, na rádio ou na televisão, da revista ao drama, passando pela comédia, com uma polivalência e uma versatilidade notáveis, merece o reconhecimento de todos os democratas e de todos os portugueses.


António Montez teve ligações ao PCP ainda antes do 25 de Abril, tendo mantido essa ligação já em liberdade, em conjunto com outros intelectuais comunistas. A sua participação generosa em diversas iniciativas políticas e culturais do PCP, bem como a sua pronta disponibilidade para o apoiar publicamente nos sucessivos actos eleitorais até aos nossos dias são a expressão mais visível do seu empenho e confiança na construção de um Portugal em que os valores de Abril estarão presentes.


O Sector Intelectual da Organização Regional de Lisboa do PCP expressa as suas mais sentidas condolências à família de António Montez.

Secretariado do Sector Intelectual da Organização Regional de Lisboa do PCP