Venda de Natal no Centro Trabalho Vitória

CONVITE Venda de Natal SI DEZ2017

Já se encontra a funcionar a Venda de Natal no Centro de Trabalho Vitória, organizada pelo Sector Intelectual da ORL. Na venda de natal, que decorre até dia 22 de Dezembro, podes encontrar pinturas, gravuras, serigrafias, cartazes, molduras, livros e o Caderno Vermelho.

O Orçamento do Estado e a Cultura: não é melhor porque o PS não quis!

Foi aprovado, no dia 27 de Novembro, o Orçamento do Estado (OE) para 2018. O PCP votou favoravelmente. Fê-lo porque este OE consolida e não recua em nenhum dos avanços e reposições conseguidos nos últimos dois anos. Alega o PS que o dinheiro não chega para tudo. É verdade. Enquanto se pagar 7 mil milhões de euros de juros da dívida por ano – cerca do dobro do que se gasta em investimento público; 1691 milhões de euros em Parcerias Público Privadas; 700 milhões em SWAPS; 500 milhões de euros em benefícios fiscais no IRC, em grande parte dirigidos aos grandes grupos económicos nacionais e estrangeiros; se mantiver a obsessão pelo défice, onde cada décima de redução significa menos 200 milhões de euros de investimento e recuperação de direitos e rendimentos, o dinheiro não chega para tudo. Enquanto se mantiverem estas “clientelas”, como chamam PSD e CDS aos trabalhadores e sectores que agora recuperam alguns direitos e rendimentos, enquanto estes subsidiodependentes continuarem a sugar o Estado, o dinheiro não chegará para tudo.

Ler documento em PDF

Contra a precariedade, mobilização e luta!

Precariedade Ensino Superior II 092017 WEB.compressed-1A precariedade laboral no Ensino Superior Público e no Sistema Científico e Tecnológico Nacional afecta milhares de docentes e investigadores na actualidade.  É imperioso que na aplicação do PREVPAP seja salvaguardado o critério central e mais importante: a um posto de trabalho permanente tem de corresponder um vínculo laboral permanente.  O PCP está atento e trabalhará no sentido de encontrar soluções que correspondam às especificidades de cada sector, visando resolver efectivamente o problemamda precariedade. Não compactuaremos com soluções que adiem ou passem ao lado da questão central, que é a permanência de milhares de trabalhadores da Administração Pública com vínculos precários que estão, efectivamente, a desempenhar funções e necessidade permanente. 

Ler documento em PDF

Vozes ao Alto: Estagiar para a Precariedade

Na última edição de Vozes ao Alto, Boletim Informativo do sub-Sector das Artes do Espectáculo do Sector Intelecual da ORL é denunciada a prática comum em orquestras portuguesas do preenchimento de lugares por estagiários. Neste Boletim é ainda abordada a precariedade nas empresas de audiovisual, as propostas do PCP para um novo modelo de apoios às Artes e uma reflexão sobre a evolução das leis que enquadram o apoio à actividade cinematográfica em Portugal.

Ler documento em PDF

PCP apresentou proposta de novo modelo de apoio às Artes

O PCP tornou hoje pública a sua proposta de novo modelo de apoio às artes. Esta proposta visa democratizar o acesso à criação e à fruição, reforçar um necessário serviço público de cultura, apoiar estruturas de criação artística, reforçar substancialmente as verbas a atribuir, bem como alterar critérios e prazos dos apoios concedidos. São apresentadas também novas linhas de apoio e outras medidas que, a serem concretizadas, apoiarão substancialmente as condições de trabalho das estruturas, potenciarão a descentralização cultural e reforçarão os direitos dos trabalhadores do espectáculo. Saber mais: www.pcp.pt/pcp-apresenta-proposta-para-modelo-de-apoio-artes

Ler documento em PDF

 

Exigir a integração dos trabalhadores da RTP com vínculos precários

O sub-sector da Comunicação Social do Sector Intelectual da ORL defende a integração dos trabalhadores da RTP com vínculos precários, nas várias formas existentes na empresa e que atingem centenas de trabalhadores, nos quadros da Televisão Pública. O documento distribuído aos trabalhadores apela à sua luta pelo trabalho com direitos e contra a precariedade.

Ler documento em PDF

A Ciência e Tecnologia na Revolução de Outubro em debate no CT Vitória

Realizou-se ontem um debate sobre A Ciência e Tecnologia na Revolução de Outubro, onde se abordaram as enormes conquistas para a Humanidade conseguidas, nas áreas da ciência e tecnologia, pela Revolução Socialista de Outubro. No ano em que se comemora o seu centenário, o conhecimento e o debate sobre os contributos que o socialismo deu para o desenvolvimento científico e tecnológico, e a sua utilização ao serviço dos trabalhadores e dos povos da URSS e de todo o mundo, é um importante contributo para a afirmação de uma outra sociedade, de paz, progresso, bem-estar e desenvolvimento - a sociedade socialista que defendemos.

Continuar...

PCP repudia despedimentos em grandes grupos de Comunicação Social

A Cofina e a Impresa anunciaram uma centena de despedimentos de trabalhadores por terem diminuído os seus lucros, apesar de eles continuarem nos vários milhões de euros. Em comunicado aos trabalhadores, o Sector Intelectual denuncia que "Os jornalistas e outros trabalhadores da comunicação social são considerados descartáveis pelas empresas, que os substituem por estagiários ditos curriculares, sem pagamento, por trabalhadores com vínculos precários ou sobrecarregando os que ficam com o trabalho dos que saem, e são pressionados e ameaçados para se submeterem às chamadas “rescisões por mútuo acordo”.

Ler documento em PDF

Acção de esclarecimento e informação aos trabalhadores das produtoras de audiovisuais Plural e a SP Televisão


O Sector Intelectual realizou uma acção de esclarecimento e informação aos trabalhadores das produtoras de audiovisuais concretamente a Plural e a SP Televisão, divulgando uma recente proposta apresentada na Assembleia da República pelo Grupo Parlamentar do PCP que confere poderes executivos à ACT quando esta verificar a existência de falsos recibos verdes. A ser aprovada esta proposta os trabalhadores com falsos recibos verdes passariam de imediato a ter um contrato sem termo, cabendo à entidade patronal a comprovação da legitimidade do recurso a este expediente laboral. Recorde-se que recentemente a ACT assinalou a existência, nestas duas empresas, de muitas dezenas de situações ilegais.

Ler documento em PDF

Saíu o número de Março do Esteiro

esteiro ano  vii no13 20170301 0831-01Editorial
O PCP realizou, na Assembleia da República, no passado dia 17 de Fevereiro, uma audição pública dedicada ao livro e à leitura, actual situação e perspectivas, com o objectivo de abordar diversas temáticas de interesse para esta área, designadamente o Plano Nacional de Leitura, as bibliotecas escolares e públicas, a leitura e o ensino de literatura, bem como debater os meios e as condições para a criação e a difusão literária. A riqueza do debate, as questões suscitadas e o alargado e diversificado leque de presentes permitiram aprofundar a nossa reflexão nalgumas das várias componentes que contribuem ara nriquecimento (ou empobrecimento) da cultura literária do povo português, desde os elementos necessários à criação aos que potenciam a sua fruição. 

Continuar...

Subcategorias