PCP apela à luta dos Motoristas e chama DL 126/2009 à Assembleia da República

motor_cap.pngO Governo, por Decreto-Lei, estabeleceu novas exigências para a formação inicial e continua dos motoristas de pesados (sejam de passageiros ou de mercadorias). Mas fê-lo, como é costume, nas costas e sobre os bolsos dos motoristas. O PCP, ao mesmo tempo que chamou o decreto-lei à apreciação parlamentar, está a distribuir um comunicado de apelo à luta dos motoristas em defesa dos seus direitos.

 

Ler texto do Pedido de Apreciação Parlamentar

Ler Comunicado do PCP aos Motoristas

Solidariedade com trabalhador em luta contra a repressão patronal

strupsantarem160.jpgUma delegação de Dirigentes Sindicais de Lisboa do STRUP esteve ontem em Santarém, expressando a activa solidariedade com um dirigente sindical rodoviário que iniciouuma greve da fome face à prepotência da Administração e à passividade cumplice do Governo para com este. Apesar de ter ganho em Tribunal a acção que moveu contra a Empresa esta recusa-se a cumprir a sentença, prosseguindo a descriminação e repressão sindical. Os deputados do PCP na Assembleia da República já exigiram do Governo que faça cumprir a lei!

Continuar...

Contra o desmembramento e privatização da CP: a luta é o caminho!

ferr.jpgO PCP, através do seu grupo parlamentar, avançou com o pedido de apreciação parlamento do decreto-lei com que o Governo pretende prosseguir o processo de desmembramento e privatização do sector ferroviário nacional. Em comunicado aos trabalhadores, o PCP sublinha a gravidade das medidas agora avançadas, nomeadamente da segmentação para privatização do transporte ferroviário de mercadorias e da autorização para as concessões a privados da exploração dos transportes ferroviários suburbanos de passageiros. E aponta a necessidade e possibilidade de, pela luta e pelo voto, derrotar esta política.

Ler Comunicado do PCP em PDF

Ler Pedido de Apreciação Parlamentar apresentado  

Activistas Sindicais dos Transportes frente ao Ministério do Trabalho

fextrans150609.jpgNuma acção promovida pela Fectrans/CGTP-IN, iniciou-se ontem uma concentração de activistas dos Transportes frente ao Ministério do Trabalho. Ontem o dia ficou marcado pelas reivindicações do sector rodoviário, com destaque para o bloqueamento da negociação colectiva pelo patronato perante a cumplice passividade do governo, e as gravosas alterações legislativas para os motoristas.

Trabalhadores do Metropolitano de Lisboa apelam ao voto na CDU

metrom.jpgA Comissão de Apoio à CDU no Metropolitano de Lisboa fez sair um comunicado aos trabalhadores apelando ao voto na CDU, onde sublinha que o voto na CDU está profundamente vinculado com a defesa dos direitos dos trabalhadores da Empresa e com o próprio futuro desta, já que ambos se encontram sobre a mira dos interesses do grande capital.

Ler Comunicado em PDF

Trabalhadores da Aviação Civil com a CDU

aereo9.jpgA Comissão de Apoio à CDU dos trabalhadores da Aviação Civil está a distribuir um comunicado onde apela ao voto na CDU, e lembra que as directivas que estão a empurrar o sector para o abismotêm responsáveis, os sucessivos governos do PS e PSD e os eurodepuados do PS, PSD e CDS que nestas matérias agem sempre a uma só voz em Bruxelas, por muito diferentes que se tentem apresentar nas campanhas eleitorais!

Ler Comunicado em PDF

PCP contra a discriminação das Mulheres Trabalhadores na TAP

tapdiscrimina.jpgDesde que o PCP, em Outubro de 2008, questionou o Governo sobre a discriminação das Mulheres Trabalhadores da TAP na atribuição do prémio referente a 2007 (que foi negado a todas as que nesse período estiveram de licença de maternidade), este tem reiteradamente suportado a decisão descriminatória da Administração da TAP, mesmo depois da CIME (Comissão para a Igualdade no Trabalho e no Emprego (junto do Ministério do Trabalho)) ter por unanimidade aprovado uma resolução condenando esta prática do Governo. Razão para o PCP apresentar novo requerimento na Empresa. (Em Ler Mais, os novos requerimentos, com os links para os anteriores e respectivas respostas). 

Continuar...

Sector do Táxi: Posição Pública de Apelo ao Voto na CDU

taxicdu.pngPara um vasto conjunto de cooperantes, micro, pequenos e médios empresários do sector do táxi, as eleições de 7 de Junho assumem-se como uma oportunidade muito importante para afirmarem a necessidade da ruptura com a política de direita em Portugal e na Europa, e para se assumir o voto na CDU, o único voto consequente que serve os interesses do país e do sector. Razões que os levaram a dirigir um apelo público ao voto na CDU.

Continuar...

Também na Carris, o Voto na CDU é o que faz falta a quem trabalha!

carriscdu.jpg.pngUm vasto conjunto de trabalhadores da Carris, em Lisboa, dirigiu a todos os trabalhadores da Empresa um apelo ao Voto na CDU nas próximas eleições de 7 de Junho, sublinhando, nas razões para votar CDU, que foram os deputados da CDU que estiveram ao lado de quem trabalha no Parlamento Europeu (incluindo em questões tão importantes para os trabalhadores da Empresa como a liberalização do transporte de passageiros e o tempo de trabalho dos motoristas), e que é o voto na CDU o único que em Portugal pesa para se afirmar a necessidade de mudança de rumo em Portugal.

Continuar...

Ferroviários Apelam ao Voto na CDU

ferr.jpgMais de 100 ferroviários membros das Organizações Representativas dos Trabalhadores do Sector dirigem este Apelo ao Voto na CDU, onde sublinham a importância de levar a luta até ao voto. Quando em Bruxelas se decide - com a concordância unanime de todos os partidos da política de direia (PS, PSD e CDS) a liquidação do Sector Público Ferroviário, e quando em Bruxelas e em Portugal se atacam os direitos de quem trabalha, o voto na CDU é o único que dá força a resistência a esta ofensiva e projecta a necessária alternativa.

Ler Comunicado em PDF