Ferroviários apelam ao voto na CDU!

ferroviariosweb160.jpg

Um vasto conjunto de Ferroviários do Distrito de Lisboa realiza neste comunicado um apelo a todos os ferroviários a votarem na CDU nas próximas eleições legislativas e aponta duas razões estruturais para esse voto: Porque o voto dos trabalhadores deve ser na CDU, força que sempre esteve ao seu lado em todas as lutas contra a política de direita, contra a exploração; Porque o voto dos ferroviários deve ser na CDU, a força que consequentemente combateu a destruição do sector e a sua colocação a reboque dos lucros de meia dúzia de capitalistas e que apresenta um projecto claro para um forte e dinâmico sector ferroviário público, que contribua para o crescimento económico do país.

Ler Comunicado em PDF

 

Comissão de Apoio à CDU na Carris edita apelo ao Voto no dia 27 de Setembro

carrisweb.jpgUm vasto conjunto de trabalhadores da Carris apela ao voto na CDU sublinhando a importância dos trabalhadores levarem até ao voto as lutas que travaram, e, por um lado, recusarem o apoio eleitoral aos partidos da política de direita, aos que apoiaram as sucessivas revisões gravosas das leis laborais, aos que aprovaram o decreto-lei sobre os CAM's. E por outro lado, a necessidade de com o seu voto os trabalhadores darem mais força aos que todos os dias estão ao seu lado na luta, a CDU.

Ler comunicado em PDF

Sector do Táxi: Edita apelo público ao voto na CDU!

taxi160.jpgA CDU iniciou a distribuição de um comunicado ao Sector do Táxi, onde reafirma os compromissos da CDU com o Sector, sublinha o exemplo do PEC como exemplo da política de direita (criado por Portas e Ferreira Leite, reforçado por Sócrates, e só combatido desde o início pela CDU), e apresenta um vasto conjunto de apoiantes do Sector que reforçam o apelo ao Voto na CDU.

Ler Comunicado em PDF

Ferroviários em Luta pela dignificação da contratação colectiva e pelo fim do trabalho precário

capa1.jpgRealizou-se ontem, em frente ao Ministérios dos Transportes em Lisboa, um plenário de dirigentes, delegados e activistas sindicais, membros das comissões e sub-comissões de trabalhadores do sector ferroviário, pela dignificação da contratação colectiva e pelo cumprimento dos acordos contra a discriminação pelo fim do trabalho precário. As transformações do sector ferroviário têm sido acompanhadas de uma degradação das relações de trabalho nas diversas empresas, onde se assiste ao aumento do trabalho precário, à discriminação dos trabalhadores mais jovens e ao incumprimento dos Acordos de Empresa e diversos acordos firmados, isto tem originado conflitos que se arrastam devido à insensibilidade dos responsáveis das empresas e ao aumento da desmotivação de quem labora nas empresas do sector. Como contributo para a inversão da situação, o plenário realizado ontem reivindica a passagem a efectivos de todos os trabalhadores com contratos a termo que ocupam postos de trabalho permanentes e o fim da discriminação dos trabalhadores jovens, no que concerne aos direitos.
 

CDU dirige apelo ao voto aos Motoristas

mot_cdu.jpgA CDU iniciou a distribuição de um comunicado aos motoristas de passageiros e de mercadorias, onde sublinha as razões para o voto na CDU a 27 de Setembro, e onde se pode ler "Não é indiferente aos trabalhadores se se elegem mais deputados que defendam os seus interesses e direitos ou, pelo contrário, se vão dar o seu voto àqueles que, uma vez eleitos, vão fazer uma política contrária aos interesses e direitos de quem trabalha, como tem acontecido ao longo de 33 anos e muito especialmente nestes últimos 4 anos de governo PS.". O Documento, subscrito por motoristas apoiantes da CDU no Distrito de Lisboa pode ser lido aqui .

Jovens Ferroviários em Luta por trabalho com direitos!

capa2.jpg

Realizou-se hoje, dia 10 de Setembro, uma iniciativa promovida pela Interjovem dos Ferroviários que teve início pelas 10:30 horas, com concentração em frente ao Ministério das Obras Públicas e Transportes, seguida de marcha pelas ruas de Lisboa até à residência oficial do Primeiro Ministro. Contando com a participação de cerca de 50 jovens trabalhadores ferroviários que procederam à entrega de uma carta dirigida ao Primeiro Ministro e ao Ministro das Obras Públicas e Transportes reivindicando e alertando para os problemas que estes trabalhadores têm nos seus locais de trabalho e os quais devem ser resolvidos para a melhoria das suas condições de vida e trabalho.

Ler Carta em PDF 

CDU: Ruptura e Mudança para defender o aparelho produtivo nacional

topoartigosorefame.jpg
 

A CDU promove dia 9 e 10 de Setembro uma campanha de esclarecimento sobre a ruptura e mudança necesssária na política nacional para garantir a defesa do aparelho produtivo nacional. O exemplo escolhido foi a produção de material circulante no sector ferroviário, onde apesar da tenaz resistência dos trabalhadores, os partidos da política de direita encerraram a Sorefame de acordo com os interesses das multinacionais a quem hoje o país é obrigado a comprar centenas de milhões de euros em equipamento. A par da distribuição de um comunicado, a acção contou com a presença de Jerónimo de Sousa que percorreu o percurso entre Amadora e Rossio num comboio ainda preduzido em Portugal.

Ler Comunicado em PDF

Continuar...

Bernardino Soares visita empresas do Sector de Transportes

mini-bsnoaeroporto.jpgBernardino Soares, da Comissão Política do PCP, e candidato a deputado nas próximas eleições legislativas, realizou esta terça-feira um conjunto de contactos com trabalhadores e locais de trabalho do Sector de Transportes. O dia começou com uma visita às oficinas da EMEF em Santa Apolónia a que se seguiu uma visita ao CCO de Braço de Prata (Refer). Ao almoço, o candidato almoçou com camaradas das células do PCP no Aeroporto de Lisboa, onde expressou a solidariedade do PCP com a luta dos trabalhadores do Aeroporto.

PCP saúda Jornada de Luta de 28 Agosto na TAP e na SPDH

qdsc_0052.jpg

As Células do PCP no Aeroporto de Lisboa editaram um comunicado onde saúdam a luta dos trabalhadores das Empresas TAP e SPDH do passado dia 28 de Agosto, reafirmam a necessidade de se punirem as ilegalidades cometidas pelas Administrações e pelo Governo, e reafirmam que a Unidade na Luta é o factor determinante para a defesa das Empresas e dos direitos dos seus trabalhadores. 

Ler Comunicado em PDF

Governo e TAP fora-da-lei para tentar disfarçar adesão esmagadora à greve na TAP/SPDH (terra)

mini-dsc_0052.jpg

A greve que hoje se iniciou na TAP/SPDH regista niveis históricos de adesão na SPDH (superiores a 80%). Mesmo na TAP, a adesão na Manutenção é já de cerca de 50%, sendo cedo para aferir o restante pessoal de Terra. Para disfarçar os efeitos da greve, a TAP, com a cobertura do Governo, está à agir contra a lei, recorrendo à massiva substituição de trabalhadores em greve por pessoal de outras empresas e sub-contratados. Mas como já sabemos, as leis só existem para os trabalhadores, nunca para os patrões.

O PCP saúda a unidade e luta dos trabalhadores, e exige que as entidades competentes forcem Governo e TAP a cumprir as leis.

Em Ler Mais, as fotos que provam a ilegal substituição de trabalhadores em greve por outra empresa contratada para furar a greve. 

Ler Requerimento do PCP na Assembleia da República

Ler Nota de Imprensa do PCP

Continuar...