Polícia colocada ao serviço do patrão da Vimeca para reprimir plenário sindical

mini-vimeca plenarioNuma inadmissível inversão das suas competências, a polícia foi usada pelo patrão da Vimeca para impedir esta noite um plenário de trabalhadores que para o local estava marcado pela CGTP-IN. Os eleitos autárquicos da CDU da Amadora e Oeiras, chamados pelos trabalhadores, exigiram no local a aplicação da lei, e comprometeram-se a levar aos respectivos órgãos autárquicos a exigência do cabal apuramento de responsabilidades por este comportamento policial.