No Sector da Banca: Não às discriminações!

Em comunicado os trabalhadores comunistas da Banca exigem o fim das discriminações no Sector"em função do género, da deficiência, por assédio moral; pelo uso dos direitos; acidente de trabalho, doenças profissionais e tempo de tropa.", denunciando que por exemplo, o "Banco BPI não tem uma prática muito diferente das outras empresas do sector financeiro a operar em Portugal no que concerne aos vários tipos de discriminação, que condenamos e consideramos muito más práticas, em que umas precisam de ser corrigidas, outras profundamente alteradas e outras mesmo eliminadas" apresentando casos concretos. Ler documento em PDF