Serviço Nacional de Saúde: Direito de todos e não negócio de alguns

Em toda a região de Lisboa está a ser distribuiído um documento do PCP, onde é denunciada a dramática situação que se vive diariamente nas diversas unidades de saúde, como resultado "da política de direita executada por sucessivos governos do PS, PSD e CDS com o objectivo de transferir a prestação de cuidados realizados pelo Serviço Nacional de Saúde para o sector privado". Enunciando propostas concretas, o PCP considera urgente "o reforço de meios, nomeadamente pela contratação a tempo inteiro dos profissionais necessários – médicos, enfermeiros, assistentes operacionais - recusando soluções precárias com a contratação de serviços a empresas para garantir a resposta necessária a todos os utentes e a defesa do Serviço Nacional de Saúde, contra a política de saúde criminosa que este governo tem protagonizado." Ler documento em PDF