Saúde: Hospital vendido por 11 Milhões e comprado por 21 Milhões minutos depois

O Sector da Saúde da ORL do PCP no seu Boletim Informativo de Maio denuncia que "Sobre a política de saúde, a comunicação social dominada pelos grandes grupos económicos, vai apresentando o atual ministro da saúde como o melhor deste governo. Mas o balanço que se pode fazer, destes quási três anos, é que ele detém os “records” do encerramento de unidades de saúde, e dos cortes no financiamento do Serviço Nacional de Saúde (SNS) com as pesadas consequências que se conhecem". Destaque para a denúncia de mais uma negociata na Saúde "A Estamo, sociedade responsável pela compra e venda de imóveis do Estado, alienou em Novembro de 2004 os terrenos do antigo Hospital de Arroios – um imóvel já muito degradado, em Lisboa – por 11,2 milhões de euros, a duas empresas do grupo Fibeira." Ler aqui