Célula do PCP no Centro Hospitalar Lisboa Norte denúncia repressão aos trabalhadores que se opõem ao atropelo dos seus direitos

A Célula do Centro Hospitalar Lisboa Norte do PCP lançou a edição de Abril do seu Boletim Informativo onde destacando o 40º aniversário do 25 de Abril denuncia a existência de pressões sobre os trabalhadores nos seus locais de trabalho, onde são "recorrentes as ameaças de mobilidade interna e despedimento utilizando o exército de desempregados existente e a fragilidade económica e social dos trabalhadores como arma de intimidação. A alteração de escalas de horário ou a retirada de responsabilidades adquiridas são utilizadas como castigo aos trabalhadores que se opõem ao atropelo aos seus direitos." Destaque ainda para as dificuldades sentidas pelos trabalhadores para estacionarem as suas viaturas, especialmente para quem cumpre horários por turnos e um artigo intitulado "O Governo incentiva a natalidade com limitação dos direitos de maternidade e paternidade no Hospital de Santa Maria. Ler aqui