PCP questiona governo sobre direitos dos 23 trabalhadores da EPAL oriundos da ex-águas do oeste

rectangulo 23epalO Grupo Parlamentar do PCP questionou o Governo sobre a situação dos 23 trabalhadores da EPAL oriundos da ex-Águas do Oeste que a empresa recusa integrar plenamente no Acordo de Empresa da EPAL. O PCP considera que esta situação deve ser resolvida imediatamente, no quadro de uma regularização da situação laboral na empresa que se impõe.

Ler Requerimento em PDF.