Trabalhadores das Torres de Lisboa, contra a introdução de zonas tarifadas pela EMEL

João Ferreira Torres de LisboaA zona envolvente às Torres de Lisboa vai passar a ser concessionada pela EMEL, contrariamente à vontade de milhares de trabalhadores que têm nestes edifícios os seus postos de trabalho e que já denunciaram a falta de alternativas ao uso do carro, uma vez que a oferta de transportes públicos é manifestamente insuficiente.

 

Os vereadores do PCP, João Ferreira e Carlos Moura, estiveram reunidos com os trabalhadores,

dando a conhecer que a proposta apresentada para a colocação de parquímetros contou com o voto contra dos vereadores do PCP, contudo, infelizmente a mesma foi aprovada com os votos favoráveis do PS e BE.

 

Os trabalhadores alertaram ainda para outros problemas, entre eles a localização da paragem de autocarro e a falta de abrigo para os utentes e apresentaram outras propostas alternativas à colocação dos parquímetros ou à suspensão do seu funcionamento, até que sejam encontradas outras alternativas que assegurem os direitos destes trabalhadores. Foi ainda comunicado que já existe uma petição que já tem mais de 1200 assinaturas.

 

No final deste contacto os vereadores do PCP, comprometeram-se a levantar novamente esta questão em reunião de Câmara (este problema foi apresentado na sessão que se realizou no passado dia 12 de Abril), e a apresentar uma proposta que salvaguarde esta situação.