Dirigente Sindical despedido na Vimeca: PCP apela à solidariedade activa na luta contra a repressão!

vimea2013maioA Empresa Vimeca deu hoje mais um passo no longo e execrável processo de repressão à actividade sindical com o despedimento do Dirigente Sindical da Empresa. Um processo que ameaça ainda os dois outros membros da Comissão de Trabalhadores. O PCP expressa desde já a sua mais ativa solidariedade com os trabalhadores da Vimeca vítimas desta pulhice, reafirma a sua convicção que derrotarão o ilegal e abusivo comportamento do patronato e exige a imediata intervenção do governo e das autoridades públicas que são cúmplices deste processo.

Ler último requerimento metido na A.R. sobre este caso

PCP solidário com dirigente sindical vítima de perseguição na Scotturb

O PCP levou novamente à Assembleia da República a situação de repressão à actividade sindical que se vive na empresa Scotturb. O PCP não se cansará nunca de exigir do Governo que cumpra a Constituição, e de denunciar os crimes e abusos do patronato. O PCP saúda a coragem dos Homens e das Mulheres que enfrentando a repressão são o verdadeiro baluarte que defende os direitos conquistados com Abril.

Ler Requerimento em PDF

hO PCPO Pttp://www.dorl.pcp.pt/images/fotografias/2013/Mes04_Fotos/abril%20sempre.jpg

Solidariedade activa contra a repressão na Vimeca

A Empresa Vimeca insiste no aprofundar da repressão contra os seus trabalhadores, tendo agora aberto um processo disciplinar para despedimento aos três membros da sua Comissão de Trabalhadores. Na Assembleia da República o PCP já colocou, novamente, a questão ao Governo, e apela desde já a todos à participação na concentração que no próximo dia 28 de Março se realizará frente ao IMT às 10h30 (Av. Forças Armadas em Lisboa) exigindo que o Estado Português deixe de ser cúmplice dos atropelos do patronato da Vimeca.

Ler requerimento em PDF

Scotturb: Trabalhadores em greve pelo aumento de salários e em defesa da empresa e dos direitos

mini-20130306 scotturbHoje às 4h30 da madrugada os trabalhadores da Scotturb reuniam em plenário e decidiam responder à provocação da Administração com uma grande greve que está hoje a marcar a realidade dos concelhos de Sintra e Cascais. E exigem à empresa que pague aos motoristas que hoje trabalham na empresa os valores que colocou, provocatoriamente, nos anúncios que mandou colocar nos autocarros. Os eleitos do PCP em Sintra e Cascais estiveram presentes expressando a solidariedade activa do PCP com a luta dos trabalhadores da Scotturb.

Inacreditável repressão na VIMECA: O IMTT multa-os se conduzirem e o patrão despede-os se não conduzirem!

mini-vimecaallegroO PCP esteve hoje com os motoristas da VIMECA ao serviço da Carreira do Allegro, que estão a ser vítimas de uma inacreditável repressão. A Empresa destaca-os para este serviço para o qual o IMTT está a exigir o cartão digital do tacógrafo (que nas carreiras normais não é necessário). Como não o têm, os motoristas estão a ser multados em 600 euros pela polícia. Mas quando se recusam a fazer este serviço porque estão a ser multados, a empresa, em vez de cumprir as deliberações do IMTT, ordena aos motoristas para as violarem e ameaça-os de despedimento se não conduzirem! O PCP apresentou na AR um requerimento ao Governo exigindo uma intervenção imediata, e hoje o deputado  Bruno Dias prestou directamente a sua solidariedade com os motoristas da VIMECA.

Ler requerimento em PDF

Em defesa do Passe Social Intermodal face às ameaças do patronato da Vimeca

mini-mini vimecaAs concelhias do PCP da Amadora, Oeiras e Sintra tomaram posição conjunta face ao anúncio da Vimeca de que abandonaria o Passe Social Intermodal em Abril. No comunicado, o PCP exige do Governo e das Autarquias uma intervenção em defesa dos utentes e reivindica a nacionalização da Empresa, face aos abusos sucessivos da multinacional que a explora.

Ler Comunicado em PDF

PCP leva ao Parlamento a luta contra a repressão na Rodoviária de Lisboa

mini-rl20120801A Administração da Rodoviária de Lisboa despediu quatro trabalhadores, três deles membros das Organizações Representativas dos Trabalhadores, num processo claramente forjado com o objectivo de tentar intimidar os trabalhadores e enfraquecer a sua resistência ao aumento da exploração. Na Assembleia da República, o PCP denunciou esta situação exigindo que o Governo cumpra a Constituição.

Ler Requerimento em PDF

PCP exige intervenção da ACT contra a repressão na Vimeca e Scotturb

O PCP questionou o Governo  na Assembleia da República sobre as medidas que a ACT deveria estar a tomar contra a repressão à liberdade sindical nas empresas Vimeca e Scottturb. 

Ler Requerimento em PDF

Deputados do PCP exigem intervenção da ACT face à repressão na Scotturb

O PCP interveio na Assembleia da República exigindo do Governo uma intervenção exemplar da ACT face ao despedimento, pela Scotturb, de um trabalhador, activista sindical, vítima de um processo ilegal e assente em falsas acusações.

Ver Requerimento em PDF

Scotturb inicia greve de 48 horas com adesão de 70%! Assim se responde à repressão!

mini-20121204 scotturbNa madrugada de hoje os trabalhadores da Scotturb iniciaram uma greve de 48 horas em defesa da contratação colectiva, contra o roubo nos seus salários e contra a repressão na empresa. A adesão só não é total devido à particular fragilidade dos trabalhadores que estão a contrato, mas situa-se muito acima dos 70%. Esta manhã realizou-se ainda um plenário com Arménio Carlos, e uma concentração frente à Câmara Municipal de Sintra. O Vereador do PCP, Pedro Ventura, esteve activamente solidário com a luta em todas estas iniciativas.