Inaceitável assédio sobre os dirigentes sindicais

barraqueiro repO PCP levou à Assembleia da República uma das muitas situações de repressão e assédio que se registam no Grupo Barraqueiro: o caso de um dirigente sindical que está a ser pressionado a deixar de o ser para poder ter folgas nos dias em que tem direito a estar com a sua filha.

Ver Requerimento em PDF