Assembleia Municipal de Oeiras debateu a precariedade no Município

Na passada segunda-feira, 21 de Março, em Sessão da Assembleia Municipal de Oeiras, e no cumprimento da agenda, foi discutida e analisada a situação da precariedade no Concelho.

O agendamento deste ponto resultou da apresentação de um abaixo-assinado de mais de trezentas assinaturas, reclamando que a questão da precariedade fosse discutida pela Autarquia. Tal dinâmica foi enquadrada na campanha, iniciada há cerca de um ano pelo Partido Comunista Português, a nível nacional e que a Concelhia do PCP e o Sector das Empresas vieram a desenvolver localmente, interagindo com as Comissões de Trabalhadores e com os Sindicatos dos diversos setores e, diretamente, com os trabalhadores em inúmeras ações de rua.
De destacar a iniciativa, em Setembro do ano passado, com a realização de uma sessão pública para discussão da precariedade em Oeiras. As intervenções registadas, e que aqui relembramos, permitiram continuar o trabalho para o melhor conhecimento do problema e para a mais ampla divulgação da posição do PCP.

Continuar...

O Público e as espingardas mal contadas

A notícia saiu no jornal Público, sob o título «Moradores contam espingardas em defesa do quartel de Linda a Velha» (ler aqui) Selectivo, o jornalista, escolhe com quem quer falar... inquiriu o CDS, ouviu a opinião do PS e escutou atentamente o BE. Nem se deu ao trabalho de perceber que há muito as populações de Linda a Velha podem contar com a nossa "espingarda" A CDU foi a única força politica a colocar a questão no seu programa... (a imagem abaixo é um print screen do programa eleitoral, de 2013)

Continuar...

O PCP e a situação dos trabalhadores do ISQ

Conforme noticiava o Jornal do Sector de Empresas do PCP de Oeiras, "O Bugio", na sua edição de Novembro (ler aqui, página 2) O Partido Comunista Português, através da sua deputada parlamentar Ana Mesquita, visitou o Instituto de Soldadura e Qualidade (ISQ), no âmbito das suas funções enquanto deputada e na sequência das muitas iniciativas do PCP, junto das empresas e dos trabalhadores.
A nossa delegação foi recebida pela administração da empresa, nas pessoas do Eng. Manuel Cruz e do Dr. João Safara, sendo que o tema principal desta visita foram as preocupações dos trabalhadores, que passam neste momento, por diversos cortes salariais.
Na sequência desta visita o Grupo Parlamentar PCP colocou, na Assembleia da República, uma pergunta dirigida ao Ministro da Economia da qual se extrai a seguinte passagem:

Continuar...

Celebração de 40 anos de Poder Local Democrático

No ano em que se assinala o 40º aniversário das primeiras eleições autárquicas em Portugal, a União das Freguesias de Algés, Linda-a-Velha e Cruz Quebrada-Dafundo promove uma Tertúlia subordinada ao tema “40 anos do Poder Local Democrático”. Para animar e coordenar a iniciativa foi convidado Carlos Coutinho, líder da Bancada da CDU na Assembleia Municipal de Oeiras.

A tal iniciativa se associam os eleitos da CDU Oeiras.
Assim, convidamos todos os militantes, simpatizantes e amigos a participar no evento, dia 14 de Dezembro, pelas 21h, no Parque Anjos, em Algés

"A Voz de Paço de Arcos" dedica a sua edição de Outubro a um Homem de cultura e de Partido

Do número de Outubro do jornal, fundado em 1979, transcrevemos o seu editorial, assinado por José Lança-Coelho:

"Este nosso número de «A Voz de Paço de Arcos» é dedicado a Armando Caldas, um grande homem de teatro, actor e encenador.
Fundador do «1º Acto», em Algés, ainda antes da Revolução de 25 de Abril de 1974, querestituiu a Liberdade e a Democracia ao país, tendo tido graves problemas com a famigerada PIDE de má memória, que lhe vigiava os espectáculos, procurando obter informações acerca da identidade dos frequentadores do pequeno teatro de bolso, e com a Censura dos coronéis do lápis azul, que lhe cortava
partes significativas dos textos a representar; Armando Caldas, veio depois da noite redentora, a constituir nova companhia com o nome de «Intervalo», que actua no Teatro Lourdes Norberto, em Linda-a-Velha, palco por onde têm passado peças dos grandes nomes da dramaturgia nacional e internacional.

Continuar...