PCP questiona Governo sobre as condições materiais e humanas da Escola Secundária de Carcavelos

O Grupo Parlamentar do PCP, através da deputada Rita Rato, apresentou uma pergunta ao Governo sobre as condições materiais e humanas da Escola Secundária de Carcavelos.

 ver pergunta ao Governo em pdf

80 anos do «Avante!»: Levar mais longe a nossa voz

jornal_avante_80anosEm diversas bancas realizadas no concelho de Cascais, procedeu-se a uma venda especial do número comemorativo dos 80 anos do Avante!. Os comunistas vendem o seu jornal convictos da sua importância para romper o espesso manto da desinformação e para dar alento e confiança ao povo português na luta que é necessário travar. O Avante! nasceu em 1931, na clandestinidade, quando em Portugal se construía a ditadura fascista. Depois de uma primeira década de edição irregular - fruto da feroz repressão que se abatia sobre os comunistas - o Avante! passa a sair ininterruptamente desde 1941 até Abril de 1974, sendo em todo o mundo o jornal que mais tempo resistiu na clandestinidade, enfrentando os seus obreiros imensos sacrifícios e privações - entre as quais as prisões, a tortura e a morte.
Durante a Revolução, foi a voz das conquistas de Abril e da democracia que nascia. E desde 1976 até hoje é um fiel aliado dos trabalhadores e do povo na luta em defesa dos direitos e pela ruptura e pela mudança. Uma voz ímpar para romper o manto de desinformação da comunicação social dominante, propriedade dos grandes grupos económicos e financeiros, e que a eles servem.

PCP questiona Governo sobre o Centro de Saúde de S. João do Estoril

 

cascais_ao.jpgO Grupo Parlamentar do PCP, através do deputado Bernardino Soares, questionou o Governo PS sobre as alterações ao atendimento dos utentes sem médico de familia no Centro de Saúde de S. João do Estoril.
 

 

Situação da Saúde no Concelho de Cascais

 

hospital de cascais [320x200].jpg"A Comissão Concelhia de Cascais do PCP tomou conhecimento de que um elevado número de trabalhadores do Hospital de Cascais irá deixar de exercer funções na referida unidade de saúde. Os números avançados indicam cerca de 140 trabalhadores, destacando-se um elevado número de enfermeiros, que na sua maioria, não verão os seus contratos de trabalho renovados, que seria a renovação de um contrato a termo certo para um contrato efectivo, visto ser o 4º contrato que iriam assinar, esta realidade poderá ainda agravar-se visto estar ainda perspectivado a saida de mais cerca de 50 enfermeiros, que verão o seu contrato prolongado até Abril/Maio, subsistindo a incerteza sobre a sua continuidade ou não em funções no Hospital após essa data". Pode ler-se em nota de imprensa ontem divulgada.
ver nota de imprensa em pdf

 

Debate sobre a Saúde em Cascais com Bernardino Soares

debate_saude_30012011.jpg Realizou-se no passado domingo, 30 de Janeiro, um debate sobre o Serviço Nacional de Saúde, com especial atenção à sua situação no Concelho de Cascais. Neste debate, que contou com a presença de Bernardino Soares, Presidente do Grupo Parlamentar do PCP na AR, participaram mais de 40 camaradas e amigos, incluindo antigos e actuais médicos do Hospital de Cascais e eleitos autárquicos. Pelos testemunhos dados tornou-se evidente a necessidade da defesa de um Serviço Nacional de Saúde público, de uma gestão pública do Hospital de Cascais e da urgente necessidade de mais médicos de familia no Concelho, onde mais de 60 mil utentes não o têm, entre outras questões.