Célula do CMRA apela à participação no 25 de Abril e 1º de Maio

2016.04.21.celula.cmra.pcpA célula do PCP no Centro de Medicina de Reabilitação de Alcoitão (CMRA) distribuiu um documento de apelo à participação dos trabalhadores nas grandiosas manifestações do 25 de Abril e do 1º de Maio. Duas ocasiões para celebrar e demonstrar a força do povo na luta por melhores condições de vida e de trabalho. Uma dupla oportunidade para expor os graves problemas que os trabalhadores da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa sofrem no desempenho das suas funções e denunciar publicamente as injustiças e discriminações impostas pela direção desta instituição aos profissionais do CMRA.

O profundo sentimento de injustiça e os diversos incumprimentos ao Acordo de Empresa estão na base deste documento de onde se destaca o vergonhoso processo extraordinário de progressões nas carreiras, o não reconhecimento dos Técnicos de Diagnóstico e Terapêutica como técnicos superiores, a não instituição das 35h para os trabalhadores com vínculo público e o congelamento das carreiras e dos salários.

Ler documento em PDF