PCP solidário com os trabalhadores do Grupo Estoril-Sol, vitimas de despedimento colectivo.

 

O Grupo Parlamentar do Partido Comunista Português tem vindo a acompanhar a situação em que se encontram os trabalhadores da Empresa Estoril-Sol e a forma como a administração tem vindo a promover um processo de despedimento colectivo. De acordo com a Comissão de Trabalhadores da empresa, os 113 postos de trabalho abrangidos pelo despedimento colectivo e os 17 postos de trabalho alvo de despedimento, são o mais recente resultado de uma política de diminuição dos postos de trabalho que se vai consolidando na empresa, particularmente desde 2003.
 
ler em PDF as perguntas ao Ministério da Economia 
ler em PDF as perguntas ao Ministério do Trabalho