PCP solidário com os trabalhadores do Grupo Estoril-Sol, vítimas de despedimento colectivo

casino.jpgA Comissão Concelhia de Cascais do Partido Comunista Português manifesta a sua solidariedade para com os 113 trabalhadores alvo de processo de despedimento colectivo do Grupo Estoril-Sol, na sua maioria funcionários do Casino Estoril, repudiando a acção tomada pela administração do referido grupo empresarial. A intenção de despedir 113 trabalhadores, tomada unilateralmente pela administração do grupo, usando uma argumentação de perda de receitas, não referindo que no último relatório e contas disponível, 3º trimestre de 2009, são apresentados lucros superiores a 4 Milhões de euros.
PCP solidário com os trabalhadores do Grupo Estoril-Sol, vítimas de despedimento colectivo

A Comissão Concelhia de Cascais do Partido Comunista Português manifesta a sua solidariedade para com os 113 trabalhadores alvo de processo de despedimento colectivo do Grupo Estoril-Sol, na sua maioria funcionários do Casino Estoril, repudiando a acção tomada pela administração do referido grupo empresarial.
 
A intenção de despedir 113 trabalhadores, tomada unilateralmente pela administração do grupo, usando uma argumentação de perda de receitas, não referindo que no último relatório e contas disponível, 3º trimestre de 2009, são apresentados lucros superiores a 4 Milhões de euros.
 
A Comissão Concelhia de Cascais do Partido Comunista Português coloca, igualmente, a questão ao Governo PS sobre que medidas tenciona tomar para fazer frente a este despedimento colectivo, tendo em conta a situação económica do país e o grave aumento da taxa de desemprego, ainda mais agravada com este anunciado despedimento colectivo.
 
Pela nossa parte, reafirmamos a nossa activa solidariedade para com os trabalhadores em luta pela defesa do seu posto de trabalho, contra o despedimento colectivo, assumindo que o PCP fará tudo o que estiver ao seu alcance para defender os interesses dos trabalhadores. Apelando a que os trabalhadores se mantenham unidos, com o seu Sindicato e Comissão Unitária de Trabalhadores, para resistirem a mais este ataque aos seus direitos.


Comissão Concelhia de Cascais do PCP