Surdo aos interesses da população, Governo quer fechar SAP do Cadaval a 1 de Novembro

Como o PCP tem vindo a alertar e apesar da indignação e protestos da população, o Ministério da Saúde decidiu o encerramento do Serviço de Atendimento Permanente no Cadaval. Com o encerramento previsto para dia 1 de Novembro, o Governo PS quer privar a população do Cadaval do serviço de urgência acabando assim o serviço de atendimento permanente definitivamente. Para além disso, haverá uma redução drástica no horário também aos fins de semanas e feriados. Só a luta pode derrotar esta política, que oferece biliões aos banqueiros à custa da saúde do povo!
GOVERNO QUER FECHAR SAP DO CADAVAL DIA 1 DE NOVEMBRO

Como o PCP tem vindo a alertar e apesar da indignação e protestos da população, o Ministério da Saúde decidiu o encerramento do Serviço de Atendimento Permanente no Cadaval.

Com o encerramento previsto para dia 1 de Novembro, o Governo PS quer privar a população do Cadaval do serviço de urgência acabando assim o serviço de atendimento permanente definitivamente. Para além disso, haverá uma redução drástica no horário também aos fins de semanas e feriados.

Apesar da mudança do Ministro da Saúde, mais uma vez o Governo PS mostra o seu desprezo pela população do Concelho, e pelo direito à saúde consagrado na Constituição mantendo uma errada opção política.

Também merece a nossa crítica a actuação do Presidente da Câmara do Cadaval que, sabendo desta medida há mais de uma semana, mantém um silêncio ensurdecedor.

O PCP, estando a ponderar mediadas de actuação, apela desde já à indignação da população para travar esta injusta decisão.

A concretização desta medida seria uma séria machadada no serviço de saúde prestado à população, e mais um golpe no Serviço Nacional de Saúde.

Convidam-se os senhores e senhoras jornalistas a assistir e divulgar esta nota de imprensa. 

Com os melhores cumprimentos

A Comissão Concelhia do PCP do Cadaval 
23 de Outubro de 2008