Alfragide: Uma situação inexplicável por parte do Ministério da Educação e da PSP

Quando os alunos da Escola C+S de Alfragide entenderam não acatar e lutar contra o estatuto do estudante imposto pelo Governo PS / Sócrates altamente lesivo dos direitos dos estudantes, fecharam a cadeado os portões da escola. O conselho executivo da escola, com certeza dirigido por um homem de mão do governo, chamou a polícia. Esta não se fez rogada, entrando em força e de forma despropositada no sentido de repor a legalidade do governo. Bateu em vários estudantes, entre eles um de apenas 10 anos de idade (se em casa o pai lhe desse um palmada era crime de acordo com a lei – e bem).

Continuar...

Estranhas decisões da Câmara da Amadora quanto à limpeza da Cova da Moura

A Câmara Municipal Amadora retira responsabilidade da limpeza do Bairro da Cova da Moura à Junta de Freguesia da Buraca e desresponsabiliza-se das suas obrigações. A Câmara da Amadora aprovou, na sua reunião de 2008/10/22, uma proposta que visa transferir a limpeza da Cova da Moura para a Associação de Moradores do Alto da Cova da Moura. Trata-se de uma medida que visa desresponsabilizar a Câmara duma obrigação que tem atribuído por lei e colocá-la às costas duma Associação prestigiada mas sem qualquer experiência nesta área.

Continuar...

AS OBRAS DA CRIL E A FALTA DE RESPEITO PELAS PESSOAS.

AS OBRAS DA CRIL E A FALTA DE RESPEITO PELAS PESSOAS.
 
Com o arranque das obras da CRIL foi fechado o acesso dos autocarros 154 e 155 ao Largo Feliciano Castilho na Venda Nova.
 
A CDU considera uma grave falta de respeito da parte da Junta de Freguesia, da Câmara Municipal da Amadora e da L.T. (Lisboa Transportes), para com esta população, com destaque para o elevado número de idosos aqui residentes e que tinham nestes autocarros o único meio de transporte para se deslocarem, tendo em linha de conta que estes autocarros faziam a ligação directa ao Hospital Amadora / Sintra, era de prever da parte das entidades responsáveis uma maior sensibilidade para lidar com esta situação.
 
Caberia aqui ao PS na Câmara Municipal Amadora e na Junta de Freguesia fazer jus ao seu lema de campanha "AS PESSOAS ESTÃO PRIMEIRO", tomar as devidas providencias para criar alternativas de acordo com as
necessidades da População.

Assim não aconteceu, mais uma vez o PS na Autarquia e no Governo seguiu uma linha condutora, que é apanágio da sua forma de estar na Politica, por cima de toda a folha, por cima dos interesses e necessidades da População que neles votou, unicamente de acordo com o calendário eleitoral e com interesses imobiliários, como é o caso da
não passagem da CRIL pela quinta da Falagueira afectando com este traçado imposto a martelo às populações milhares de moradores (Bairro Stª Cruz, Damaia, Venda Nova, Alfornelos e etc.).

A CDU apela á população para que lute em defesa dos seus direitos e que esteja atenta, pois no próximo ano, há eleições Autárquicas, legislativas e Europeias, e o PS irá concerteza reavivar o "Canto da Sereia" no sentido de mais uma vez enganar os eleitores, com obras de fachada tirando de onde faz falta para pôr onde faz vista.

Não se deixe enganar.

A ALTERNATIVA EXISTE E CONSTRÓI-SE COM A CDU.

PCP Amadora solidário com população vítima da construção da CRIL

O PCP da Amadora solidariza-se com as populações em luta contra a imposição do traçado da CRIL, e pergunta se as opiniões das pessoas e dos diversos estudos técnicos não contam para nada quando contradizem os interesses das classes dominantes.

Continuar...

A situação na Associação Académica da Amadora

O PCP da Amadora tomou um posição pública sobre a situação na Associação Académica da Amadora, cujas anteriores direcções (onde o PS asumiu particulares responsabilidades através de um seu Vereador) afundaram numa gigantesca crise financeira.

Continuar...

"Um Olhar sobre o Partido" nas ruas da Venteira

A Comissão de Freguesia da Venteira do PCP organizou este fim de semana a Exposição de fotografia "Um Olhar sobre o Partido", na Rua da República. A iniciativa, que contou com a participação de mais de uma dezena de fotógrafos foi muito bem recebida pela população, associando um carácter cultural à intervenção e agitação política.

População em luta exige "CRIL SIM, ASSIM NÃO!"

Perante o protesto das populações, e apenas após intervenção policial, iniciou-se a demolição de moradias no Bairro de Santa Cruz em Benfica. Os moradores presentes exigiam "CRIL sim, Assim Não" e denunciavam os critérios pouco claros por detrás da opção da Câmara da Amadora de prejudicar zonas residenciais para beneficiar os terrenos livres da Quinta do Estado e a mega-operação imobiliária que aí se está a desenvolver.

Continuar...