PCP Amadora solidário com população vítima da construção da CRIL

O PCP da Amadora solidariza-se com as populações em luta contra a imposição do traçado da CRIL, e pergunta se as opiniões das pessoas e dos diversos estudos técnicos não contam para nada quando contradizem os interesses das classes dominantes.

Continuar...

A situação na Associação Académica da Amadora

O PCP da Amadora tomou um posição pública sobre a situação na Associação Académica da Amadora, cujas anteriores direcções (onde o PS asumiu particulares responsabilidades através de um seu Vereador) afundaram numa gigantesca crise financeira.

Continuar...

"Um Olhar sobre o Partido" nas ruas da Venteira

A Comissão de Freguesia da Venteira do PCP organizou este fim de semana a Exposição de fotografia "Um Olhar sobre o Partido", na Rua da República. A iniciativa, que contou com a participação de mais de uma dezena de fotógrafos foi muito bem recebida pela população, associando um carácter cultural à intervenção e agitação política.

População em luta exige "CRIL SIM, ASSIM NÃO!"

Perante o protesto das populações, e apenas após intervenção policial, iniciou-se a demolição de moradias no Bairro de Santa Cruz em Benfica. Os moradores presentes exigiam "CRIL sim, Assim Não" e denunciavam os critérios pouco claros por detrás da opção da Câmara da Amadora de prejudicar zonas residenciais para beneficiar os terrenos livres da Quinta do Estado e a mega-operação imobiliária que aí se está a desenvolver.

Continuar...

PCP da Amadora denuncia entrega de Mercado da Venteira à especulação imobiliária

Trata-se de uma coisa a que chamam «parceria público-privada»: o «público» dá o terreno que nem é seu e tem de pagar e paga / abdica as licenças todas… o privado vende as habitações e… arrecada milhões… que bela parceria!

A Junta de Freguesia da Venteira (gestão PS e PSD) aprovou uma parceria com uma empresa de construção para remodelar o Mercado local. Um grande negócio, como se verá… O actual Mercado vai ser demolido e dará lugar a um novo que ficará no piso 0 do edifício. Por cima… 3 pisos de habitação, num total de 28 apartamentos.

Continuar...

Amadora: PCP solidário com a luta dos trabalhadores em defesa do aparelho produtivo

A 15 de Maio realizou-se na Amadora um desfile em defesa do aparelho produtivo, pela reabertura da Sorefame e por soluções para a Pereira da Costa. A estes trabalhadores juntaram-se muitos outros trabalhadores e a população em geral.
Mais de 200 trabalhadores nas ruas da Amadora levantaram bem alto a sua voz contra a política do Governo e da Câmara Municipal da Amadora.

Damaia - Pavilhão José Torres ‘fechado’

CDU solidária com as populações
Damaia / Amadora:
Pavilhão José Torres ‘fechado’


A Câmara Municipal da Amadora proibiu a colectividade «os Metralhas» de praticar desporto no pavilhão, trocando mesmo as fechaduras sem comunicar à colectividade, que tinha lá guardado todos os seus equipamentos.

Até hoje não deu resposta nem soluções para abertura do pavilhão.

É assim que a Câmara e Junta de Freguesia tratam quem quer praticar desporto. Esta decisão afecta dezenas de crianças e atletas de alta competição com provas dadas e com vários títulos, designadamente na modalidade de boxe.

Já aconteceu nos primeiros fins-de-semana existirem dois jogos e os equipamentos estarem fechados. Apesar de não poderem treinar não podem faltar aos jogos porque as faltas de comparência são muito graves financeira e desportivamente.

Estas situações poderiam ser evitadas se da parte da J.F. da Damaia, houvesse um empenhamento em apoiar as colectividades.

Até quando o jogo do empurra, entre Câmara e Junta de Freguesia, vai continuar a proibir a pratica do desporto neste Pavilhão?

Até quando esta táctica de silêncio e falta de respeito pela colectividade, os seus atletas e associados que até hoje ainda não obtiveram qualquer resposta?

A CDU está solidária com a colectividade, os atletas e a população.

Demonstre o seu descontentamento e questione o Executivo da Junta de Freguesia na próxima Assembleia de Freguesia que se realiza no dia 28 de Abril às 21h00 no Salão da Junta de Freguesia.

A alternativa existe e constrói-se com a CDU.