Trabalhadores da Sotancro em luta

mini-snc00160.jpgOs trabalhadores da BA/Sotancro, na Venda Nova - Amadora iniciaram no domingo, 16 Maio, às 16 h, uma greve de 32 horas (4 turnos), pelos aumentos salariais e pela negociação colectiva. A adesão foi crescente, nas 3 fabricas (para além da Amadora, também Avintes e Marinha Grande). A empresa, com lucros em 2009 superiores a 32 milhões de Euros, tem recusado quaisquer aumentos salariais aos seus trabalhadores. O PCP, activamente solidário com a luta, exige da Administração da Empresa a satisfação das justas aswpirações dos trabalhadores.