Contradições na Expansão do Metro e Metro de superfície à Amadora

mini-metroest.jpgRecentemente, a opinião pública tem sido agradavelmente surpreendida com o anúncio repetido de projectos e mais projectos.Depois de rejeitarem sistematicamente a sua inclusão no PIDDAC, com a CDU vem propondo há muito, os candidatos do PS surpreendem agora o anúncio do Metro até ao Hospital e do Metro Bus. Revelador é que mesmo em campanha eleitoral, o seu discurso seja omisso numa questão central para a economia nacional: Onde se vão construir os comboios para as extensões do Metro que agora prometem?
Há contradições muito estranhas em cima da mesa
 
Expansão do Metro e Metro de superfície

Oxalá que não, mas poderemos estar perante uma simples manobra eleitoralista?

Recentemente, a opinião pública tem sido agradavelmente surpreendida com o anúncio repetido de projectos e mais projectos. Destacamos dois:
1.Expansão do Metro até ao Hospital da Amadora
2.Construção do Metro de Superfície Amadora / Odivelas
Quanto ao primeiro projecto, a contradição tem a ver com as informações divulgadas anteriormente que dão como não realizável qualquer projecto sem acordo do Conselho Consultivo do Metro – que nem sequer existe ainda.
E, pior, o Metro não cuidou de ouvir também a Autoridade Metropolitana de Transportes, audição obrigatória.

PS da Amadora e PS no Governo:
Contradição sobre contradição

Depois de rejeitarem sistematicamente a inclusão do projecto no PIDDAC, com a CDU vem propondo há muito, os eleitos do PS surpreendem agora com este anúncio.

O PS anuncia o Metro Bus só para a Amadora e não para uma área que servia melhor os interesses da população que seria Oeiras / Amadora / Odivelas / Loures – proposta esta que o PCP tem apresentados em sede de PIDDAC e o PS neste últimos quatro anos tem sempre chumbado.
Estranhas posições, contraditórias, estas, às quais, alias, o PS já nos vem habituando na Amadora: muitas promessas mas pouca concretização.
Vale tudo antes das eleições e depois das eleições ficam 4 anos a pensar em mais propostas, porque obra a população da Amadora vê pouco e muitas vezes mal feita e sem respeitar os interesses da população.

Anunciar agora, só por razões puramente eleitoralistas

Não se vê uma única razão para se anunciar só agora e exactamente agora a construção do Metro até ao Hospital Amadora / Sintra com mais 3 estações alem da Reboleira.
Do mesmo modo, não há razões conhecidas que não sejam as eleitoralistas para o anúncio do Metro de Superfície. Uma vez que, se tudo correr bem, o Metro só está pronto em 2015, melhor fora que deixassem esta questão para a seguir às eleições.
Nada justifica estes anúncios, agora, a não ser uma soberba febre de eleitoralismo. É puro eleitoralismo de pacotilha, até demasiado óbvio, o facto de a Câmara e o Governo estarem a avançar com estes anúncios a toda a pressa e a cerca de dois meses de dois actos eleitorais.

Reactivar a antiga Sorefame seria muito adequado

Onde se vão construir os comboios para a extensão do Metro? É nas antigas instalações da Sorefame, que hoje, em parte, são propriedade da EMEF? Qual a posição do Governo e da Câmara tem sobre esta proposta? Numa altura que o País vive uma situação social difícil, com muito desemprego e é preciso estimular a economia.

O anúncio por parte do governo do investimento público no prolongamento do Metro para Amadora é um bom prenúncio. Vão ser necessários novos comboios que devem ser construídos no todo ou em parte nas instalações da antiga SOREFAME, servindo assim de estímulo à economia local e nacional, criando também emprego, com o qual o nosso governo anda ultimamente tão preocupado.

A nossa proposta é que se tomem medidas concretas para se apostas no aparelho produtivo e na produção nacional, com objectivo desenvolver o País e a economia nacional.

Amadora, 31 de Julho de 2009
CDU da Amadora