População em luta exige "CRIL SIM, ASSIM NÃO!"

Perante o protesto das populações, e apenas após intervenção policial, iniciou-se a demolição de moradias no Bairro de Santa Cruz em Benfica. Os moradores presentes exigiam "CRIL sim, Assim Não" e denunciavam os critérios pouco claros por detrás da opção da Câmara da Amadora de prejudicar zonas residenciais para beneficiar os terrenos livres da Quinta do Estado e a mega-operação imobiliária que aí se está a desenvolver.

CRIL: Governo espezinha moradores para salvaguardar Quinta do Estado para grandes interesses imobiliários

Novos episódios lamentáveis voltam a caracterizar a opção do Governo sobre a CRIL.

O PCP manifesta-se mais uma vez fundamentalmente contra esta ideia do Governo de concluir a CRIL aos solavancos e com um projecto feito ao sabor do andamento da obra.

Cego e surdo, o Governo Sócrates prepara-se para demolir várias vivendas no Bairro Stª Cruz de Benfica sem se preocupar com os prejuízos que dai advêm.

Os moradores foram obrigados a negociar sob coação e, para além da indemnização obviamente injusta proposta pelo Governo, vão perder a qualidade de vida que ainda têm neste momento.

Uma obra que prossegue à peça

O Governo actua à peça e entende que tinha que começar por algum lado: começou pelo Bairro Stª Cruz / Damaia. Mas os atentados ao nível de vida das populações não ficarão por aqui. Para preservar a Quinta do Estado (Falagueira) para grandes empreendimentos imobiliários apadrinhados pela Câmara Municipal da Amadora irão ser prejudicadas também as populações da Venda Nova e de Alfornelos.

Os moradores de Alfornelos, concretamente, vão ficar cercados por vias rápidas – o que acarreta de imediato a desvalorizção financeira das casas ali compradas à custa do trabalho e do suor dos moradores.

Este autismo do Governo é incompreensível e só se baseia na política do «quero, posso e mando» que o Governo acha que a maioria absoluta lhe dá, sustentada no Presidente da República.

Mas não se preocupa com o Povo Português. A melhor prova disso é a política que tivemos enquanto foi 1º Ministro durante 8 anos.

A política de Direita que se abateu sobre o nosso Pais, sustentada pelo triângulo Governo/AR/PR, não é irreversível, não é uma fatalidade.

O PCP tudo fez e tudo fará para alterar esta situação.

No próximo ano há várias eleições.

Dar mais força ao PCP é essencial para mudar de Politicas!