PCP com as populações por um novo traçado para a conclusão da CRIL

No decorrer de uma visita aos terrenos por onde querem impôr a construção do troço da CRIL entre a Buraca e a Pontinha, o PCP reafirmou que tem apoiado e continuará a apoiar as Comissões e Associações de Moradores e a população na sua luta para conseguir a rectificação do projecto da conclusão da CRIL, por forma a que essa importante obra venha a servir bem as populações e não a prejudicá-las com uma fonte constante e irreversível de poluição atmosférica e sonora.
PCP da Amadora visita novamente os locais da CRIL na Damaia e em Santa Cruz de Benfica


A Comissão Concelhia da Amadora do Partido Comunista Português visitou os terrenos que, na Freguesia da Damaia e Benfica, serão atravessados pelo Sub-Lanço Buraca - Pontinha da CRIL (IC 17) e suas ligações (Radial da Pontinha do IC 16 e Radial de Benfica).

Na visita guiada participaram as Comissões de Moradores da Damaia e de Santa Cruz Benfica, que têm protagonizado uma defesa coerente, tecnicamente fundamentada e socialmente justa, de boas alternativas aos traçados do IC 17 e do IC 16 constantes do projecto da Estradas de Portugal para a obra.

Na data da adjudicação dessa obra, em 16 de Novembro passado, o Ministério das Obras Públicas promoveu uma grande operação mediática com um único objectivo: convencer a opinião pública de que o projecto era excelente.

E as projecções e desenhos apresentados pela empresa Estradas de Portugal à Comunicação Social terão impressionado favoravelmente quem não conhece a realidade no terreno.

Porque o que está em causa é a defesa de direitos fundamentais dos cidadãos de Amadora, como o direito à saúde, ao bem-estar e, até, à segurança, face a poderosos interesses imobiliários que, de facto, condicionaram ao seu grande projecto urbanístico para a Quinta da Falagueira o traçado do último lanço da CRIL, desviando-o para a Urbanização da Colina do Sol, onde, numa pequena área, residem mais de 15.000 pessoas.

O PCP tem apoiado e continuará a apoiar as Comissões e Associações de Moradores e a população na sua luta para conseguir a rectificação do projecto da conclusão da CRIL, por forma a que essa importante obra venha a servir bem as populações e não a prejudicá-las com uma fonte constante e irreversível de poluição atmosférica e sonora.