CDU Alenquer: O Aeroporto e as compensações a particulares

Diz a CDU de Alenquer que muito se tem falado, ultimamente, na necessidade de compensação aos particulares pela quebra do Investimento do Aeroporto Internacional de Lisboa na Ota, matéria que o Governo se prepara para aordar como sempre: tratar dos grandes proprietários, abandonar os pequenos. Mas a CDU opta por colocar a tónica na defesa de propostas para o desenvolvimento do Concelho e que devem ser rapidamente implementadas.

O Aeroporto e a Compensação a Particulares

Muito se tem falado, ultimamente, na necessidade de compensação aos particulares pela quebra do Investimento do Aeroporto Internacional de Lisboa na Ota.

Sempre dissemos que os sucessivos Governos deviam ter em conta desde o primeiro momento que fossem feitos os estudos necessários para depois escolher a localização do Aeroporto Internacional de Lisboa.

Por isso nos sentimos defraudados com a forma como este assunto sempre foi abordado pelo PS de Alenquer.

Sem garra, consentindo, pactuando e desculpando todos estes anos em que os Munícipes alenquerenses se viram impedidos de serem donos dos seus próprios bens.

Neste momento em que é fundamental que Alenquer seja ressarcida de todo este processo, que vemos?

Um PS Alenquer sem voz (especialmente nos órgão de comunicação social), sem perspectivas, mais numa posição de pedir que exigir.

Ao contrário, a CDU tem de uma forma clara vindo a defender propostas para o desenvolvimento do nosso Concelho e que devem ser rapidamente implementadas como seja:

- Construção de um complexo escolar no Carregado.
- Implementação de uma escola técnicoprofissional no Concelho.
- Construção de Extensões de Saúde em Olhalvo e Abrigada.
- Reforço de médicos de família para o Concelho.
- Construir a variante Marés – Merceana.
- Construir a variante Alenquer – Carregado (ponte da couraça).
- Construção do posto das forças de segurança do Carregado
- Redução do IRC/IRS das pequenas e médias empresas sedeadas no concelho, durante cinco anos.
- Outras medidas de revitalização do comércio local.

Estas são, sem dúvida, medidas que iriam melhorar a vida no Concelho de Alenquer.

A CDU tem seriamente algumas dúvidas que as afirmações do Senhor 1º Ministro e Ministro das Obras Publicas em relação ás compensações para Alenquer, não sejam apenas para calar a população deste Concelho, pois o que tem acontecido é que o PS / Sócrates nunca cumpre o que diz, como afirmou na campanha eleitoral, nomeadamente em relação aos seguintes temas:

- Referendo ao Tratado europeu (não vai haver).
- Baixa dos Impostos (subiram).
- Aumentar postos de Trabalho (subiu o desemprego).

Por isso temos sérias dúvidas que o PS Alenquer, tenha a capacidade reivindicativa que leve o governo a fazer os investimentos anunciados. 

No que diz respeito à compensação a particulares, os nossos munícipes não tenham dúvidas, o grande proprietário provavelmente será compensado por algo que nunca saberemos, e o munícipe o que obterá? E o pequeno proprietário de uma fazenda que foi impedido de construir a habitação para os seus filhos? E o jovem que comprou um pequeno lote viabilizado e depois impedido de construir?

Claro, todos nós já sabemos, o que está a acontecer com a política do Governo PS/Sócrates: menos centros de saúde, menos comparticipação medicamentosa, mais desemprego, menor poder de compra, menos condições nas escolas, menos apoio às nossas crianças, menos apoio aos nossos idosos, menos segurança, mais impostos e menos serviços públicos.

Consideramos que esta política do Governo e dos eleitos do PS na Câmara Municipal e Assembleia Municipal não defende os interesses dos cidadãos de Alenquer.

Participa, manifesta-te para uma verdadeira mudança