Casas municipais em Lisboa: Troca de favores e abuso de património municipal

Em nota à imprensa, o PCP da Cidade de Lisboa toma posição sobre os abusos de património municipal por via do Pelouro da Habitação da CM Lisboa, numa nota onde se pode ler: "A ser verdade e a provar-se, como tudo indicia, que este sistema de abuso do património municipal se verifica há mais de 30 anos, há que lamentar tal situação e constatar que, ao longo de todas estas vereações, o pelouro esteve sempre atribuído a eleitos do CDS, do PS e do PSD."

Continuar...

Viaduto dos Caniços : 1,6 milhões de euros de falta de planeamento e incompetência

A Comissão de Freguesia do PCP da Póvoa de Santa Iria emitiu um comunicado onde relembra algumas das palavras ditas ao longo dos anos pelos responsáveis camarários sobre o Viaduto dos Caniços. 
 
" Na Reunião de Câmara de 15 de Setembro de 1999 foi aprovado o projecto de loteamento das 3ª e 4ª fases do Forte da Casa, condicionando o promotor da urbanização à construção de uma ligação entre essa freguesia e a Quinta da Piedade, através de um viaduto. O viaduto em questão ficaria famoso pelos piores motivos, num caso “académico” de aliança entre a incompetência e a falta de planeamento.

Sobre o Acordo PS/Roseta em Lisboa: CDU reafirma o seu compromisso para com a população da Cidade

Com pompa e circunstância foram anunciados e são agora conhecidos os contornos da nova aliança na CML, anteontem consumada publicamente mas que estaria a ser negociada há quatro meses nos bastidores – o que dá bem a medida da transparência destes negócios. Helena Roseta afirmou ontem na sessão da CML que nunca foi oposição. É assim natural que passe à situação de integrante da maioria de António Costa.

Continuar...

PS e BE voltam as costas a moradores do Bairro da Liberdade

A CML, com base num estudo do LNEC relativo à parte Norte da Escarpa do Bairro da Liberdade, informou os Moradores da sua intenção de proceder ao seu desalojamento, num prazo de 60 dias, para desocupação da encosta. Essa informação partia do princípio da clandestinidade de todas as construções e não mencionava qualquer perspectiva de realojamento.

Continuar...