Aprofundar o conhecimento das condições de trabalho no Metropolitano de Lisboa

20160621metrolxA convite das ORT's do Metropolitano, o deputado do PCP Bruno Dias acompanhou hoje um turno de trabalho dos maquinistas. Ocasião para aprofundar o conhecimento sobre as condições de trabalho destes profissionais, que enfrentam factores de desgaste acrescido - ausência de luz, ruído, qualidade do ar, trabalho por turnos - e onde a política de redução de pessoal abaixo dos limites mínimos operacionais continua a degradar as condições de trabalho e a qualidade do serviço. 

Metropolitano: Mais duas vitórias na luta que continua.

20160608com metroA Célula do PCP está a distribuir um comunicado aos trabalhadores da empresa onde se valoriza duas importantes vitórias alcançadas pelos trabalhadores da Empresa: a retirada formal da caducidade dos Acordos de Empresa; a aprovação, hoje, na Comissão de Economia da Assembleia da República de um projecto-lei (que funde iniciativas anteriores do PCP, do BE e do PS) e que determina o fim da fusão das quatro empresas (Metro, Carris, Transtejo e Soflusa). O PCP valoriza estas vitórias, sublinha o papel essencial da luta dos trabalhadores, e alerta para que a luta continua.

Ler Comunicado em PDF

PCP saúda a luta e a unidade de trabalhadores e reformados, no dia em que os complementos de reforma voltaram a ser pagos!

Hoje, 27 de Abril de 2016, os reformados do Metro e da Carris voltaram a receber o complemento de reforma que PSD e CDS lhes haviam roubado em Outubro de 2013 no Orçamento de Estado para 2014. O dia escolhido pela Célula do PCP no Metropolitanos de Lisboa para realizar um acto evocativo dessa extraordinária luta, que durante mais de dois anos mobilizou os reformados e os trabalhadores, e que culminaria com a derrota do Governo PSD/CDS e com o fim do roubo dos complementos de reforma.

Ver Poster Resumo das Acções de Luta Travadas

Expansão da rede de Metro sauda-se, mas é preciso menos propaganda e mais seriedade!

metroexpansaoO Grupo Parlamentar do PCP requereu ao Governo o envio dos documentos prévios obrigatórios a qualquer anúncio de expansão da rede de Metropolitano: o plano de expansão da rede, os planos conexos de outras redes estruturantes de transportes e os pareceres legalmente exigíveis e que implicam o envolvimento na tomada de decisão, nomeadamente, das autarquias. Estudos que todos sabemos não existirem e pareceres que todos sabemos não terem sido pedidos. A expansão da rede do Metropolitano é necessária e sauda-se. Mas estas coisas têm que ser tratadas com mais seriedade!

Ler Requerimento em PDF

Faltam trabalhadores no Metropolitano: Contratem-nos!

8abrilmetroutentesOs trabalhadores do Metropolitano distribuiram hoje um comunicado de alerta aos utentes para a relação directa entre a falta de trabalhadores no Metropolitano e as falhas operacionais cada vez mais regulares. E deixaram um apelo aos utentes: dirijam-se ao livro de reclamações e reclamem a contratação dos trabalhadores em falta.

Ler Comunicado aos Utentes

Parem de esbanjar recursos: A Linha Verde exige uma resposta urgente mas séria!

arroiosduasvezesA Linha Verde do Metropolitano de Lisboa foi brutalmente penalisada pela actuação do Governo PSD/CDS. Nomeadamente pelo adiamento dos investimentos para o alargamento da Estação de Arroios e a decisão de reduzir de 4 para 3 carruagens a circulação nesta linha.Agora está decidido que a partir de Fevereiro a Estação de Arroios encerrará duas vezes por dia, à hora de ponta, para nesse período circularem as 6 carruagens que o resto da linha suporta. O PCP contesta esta decisão, perigosa e errada, e emrequerimento enviado ao Governo exigiu que se desse prioridade ao investimento que resolve o problema (alargamento do cais de Arroios) ao mesmo tempo que se deveria repor a circulação das 4 carruagens.

Ler Requerimento em PDF

Anuladas as subconcessões do Metro e da Carris, a luta continua!

carrismetroO Governo informou do anulamento dos processos de subconcessão do Metropolitano de Lisboa e da Carris. Em comunicado, o Sector dos Transportes da OR Lisboa do PCP destaca a importância desta vitória, fruto da luta dos trabalhadores. E paralelamente, sublinha estarmos perante um passo, importante é certo, no vasto caminho que importa trilhar para recuperar direitos roubados e restabelecer a oferta pública de transportes. Um caminho para o qual os trabalhadores podem continuar a contar com o PCP, e que só poderá ser percorrido mantendo e reforçando a unidade e a mobilização.

Ler Comunicado em PDF

Metro: Celebrar vitórias alcançadas, definir novas prioridades!

metrodezembro15Em comunicado aos trabalhadores da empresa, a Célula do PCP no Metropolitano sublinha a necessidade de valorizar a luta travada ao longo dos últimos 5 anos, valorizando as vitórias alcançadas ao longo do proceso e aquilo cuja destruição se impediu, e valorizando as vitórias que se podem agora obter, desde o concretizado fim do processo de subconcessão até ao fim dos roubos nos salários. Sublinhando a importância de não se alimentar ilusões sobre a actual situação política mas dando uma importância igual ao perceber-se das verdadeiras potencialidades que nela residem, o PCP aponta um conjunto de novos objectivos de luta que estão ao alcance da luta dos trabalhadores da empresa.

Ler Comunicado em PDF

PCP questiona Governo sobre situação laboral no Metro

metro2015dezO PCP questionou o governo sobre a situação laboral no Metropolitano de Lisboa, num momento em que se intensifica o comportamento provocatório da administração, com atropelos sistemáticos aos direitos dos trabalhadores que culminaram com a denúncia do Acordo de Empresa no passado dia 30 de Novembro.

Ler Requerimento em PDF

CNE dá razão à CDU em queixa contra a Administração do Metropolitano de Lisboa

visitapmo3Uma delegação da CDU (foto) que incluia três candidatos da CDU - Paulo Alves, Catarina Cardoso e Fernando Henriques - visitou hoje o PMO3 na Pontinha, instalações do Metropolitano de Lisboa. Tal visita só foi possível depois da Comissão Nacional de Eleições dar razão a uma queixa apresentada pela CDU contra a Administração do Metropolitano por ter recusado os pedidos da CDU ao mesmo tempo que autorizava a visita de outras forças políticas. 

Ler Decisão da CNE

Ler Queixa da CDU e respectivo anexo