PCP reúne com delegados sindicais das empresas paralux/serlux (Sintra)

mini-imagem112.jpgO sector de empresas da concelhia de Sintra promoveu uma acção de contacto com trabalhadores desempregados numa acção de divulgação do pacote legislativo apresentado na Assembleia Republica, que entre outras medidas,  promove o prolongamento do período de atribuição do subsidio de desemprego, bem como medidas concretas para a criação de  emprego e manutenção dos postos trabalho em risco. Após esta acção, realizou-se uma reunião com os delegados sindicais das empresas Paralux / Serlux nas instalações das empresas situadas em São Marcos e que se encontram em situação de insolvência, onde o PCP manifestou a sua solidariedade para com todos os trabalhadores.
PCP divulga as suas propostas  de protecção social aos desempregados e pensionistas.e reúne com delegados sindicais das empresas paralux/serlux

O Partido Comunista Português realizou hoje com a presença do deu líder parlamentar, Bernardino Soares, uma iniciativa destinada à divulgação do Pacote legislativo apresentado na Assembleia da Republica.
 
Esta iniciativa desenvolvida pelo sector de empresas da concelhia de Sintra realizou-se hoje junto do centro de emprego Sintra em contacto com trabalhadores desempregados numa acção de divulgação do pacote legislativo apresentado na Assembleia Republica e que visa, entre outras medidas,  o prolongamento do período de atribuição do subsidio de desemprego, bem como medidas concretas para a criação de  emprego e manutenção dos postos trabalho em risco.
 
Após esta acção, realizou-se uma reunião com os delegados sindicais das empresas Paralux / Serlux nas instalações das empresas situadas em São Marcos e que se encontram em situação de insolvência.
 
O PCP manifestou a sua solidariedade para com todos os trabalhadores, informando-os que esta situação já foi alvo de uma intervenção na Assembleia da Republica por parte do seu Grupo Parlamentar, tendo questionado o Ministro da Economia no sentido de se saber quais as medidas concretas que o governo está a tomar para a viabilização da empresa e salvaguarda dos direitos dos trabalhadores, evitando desta forma que sejam enviado para o desemprego perto de duas centenas de trabalhadores.
 
Convém  recordar que também a Assembleia municipal de Sintra aprovou por unanimidade uma moção recomendando ao governo a tomada de medidas que permitam a viabilização desta duas empresas.

Sintra, 16 de Dezembro de 2009