69 - A contra-revolução

 Os inimigos da revolução de Abril, tentaram, desde o início, liquidar a revolução, recorrendo a métodos caracterizados por um vale tudo sem fronteiras: várias tentativas de golpes, terrorismo bombista, santas alianças internas, financiamentos do capitalismo internacional. O 1.º Governo do PS/Mário Soares, em 1976, dá início a uma brutal ofensiva contra as conquistas da revolução, tendo como alvos tudo o que de mais progressista a revolução de Abril produziu, a começar pela própria Constituição. De há trinta anos para cá tem sido essa a prática de sucessivos governos PS/PSD/CDS. O PCP ocupa a primeira linha da luta contra a política de direita e por uma alternativa de esquerda.

Para aprofundar o tema:


Próximo Painel: 70 - VIII Congresso