54 - Formação da ARA

Em 1970, complementando a luta de massas, é criada a ARA (Acção Revolucionária Armada). O navio Cunene, que devia transportar armamento para as colónias é imobilizado por uma acção de sabotagem. A esta acção seguiram-se, designadamente: a destruição, no Porto de Lisboa, de equipamentos destinados ao exército colonialista; a destruição do «Centro Cultural» da Embaixada dos EUA; a destruição da frota de helicópteros da Base Aérea de Tancos; o corte total das comunicações rádio-telegráficas e telefónicas com o resto do Mundo (em protesto contra a realização, em Lisboa, do Conselho Ministerial da Nato); a destruição de parte do Quartel-General do «Comiberlant», em Oeiras.

Próximo Painel: 55 - Criação da Intersindical