18 - PCP, partido da unidade antifascista

 Em Maio de 1942 pode ler-se no "Avante!": «O problema fundamental do momento é a unificação da classe operária em volta do seu partido de classe e o da união de todas as forças antifascistas com a classe operária e com o seu partido». Em Março de 1943, o PCP lança um «Manifesto à Nação», onde apresenta «9 Pontos como programa para a unidade nacional». Em Janeiro de 1944, é publicamente anunciada a criação do Conselho Nacional de Unidade Antifascista – MUNAF – em que colaboram comunistas, socialistas, republicanos, católicos, monárquicos, liberais e outros antifascistas de várias tendências.

 

Próximo Painel: 19 - III Congresso (I ilegal)