11 - O 18 de Janeiro de 1934

 

Em resposta à entrada em vigor do Estatuto do Trabalho Nacional que, inspirado na Carta del Lavoro de Mussolini, decretava a ilegalização dos sindicatos livres, desenvolve-se uma greve de características insurreccionais. Na Marinha Grande a greve, dirigida por militantes comunistas, atinge proporções assinaláveis. A repressão é violenta. Manuel Vieira Tomé, dirigente sindical e militante do Partido, morreu nas mãos da polícia política. A partir dessa luta, o PCP afirma-se definitivamente como o partido da classe operária e o grande dinamizador da luta antifascista.

 

Para aprofundar o Tema:
 

Próximo Painel: 12 - A Revolta dos Marinheiros