Uma centena de ferroviários de Lisboa apela ao Voto na CDU

comunicado ferroviario cduNum apelo aos ferroviários, subscrito por uma centena de ferroviários de Lisboa, recorda-se que os deputados da CDU estiveram sempre ao lado dos ferroviários, em Bruxelas e em Lisboa, ao contrário de PS, PSD e CDS que sempre se colocaram contra a ferrovia e os ferroviários. E onde se sublinha a importância de dar força à CDU, também através do voto!

Importar Comunicado em PDF

 

PCP activamente solidário com justa luta dos ferroviários

mini-basta 8maio

O Sector dos Transportes da ORL do PCP saúda a jornada de luta dos ferroviários que hoje decorre - que regista níveis muito significativos de adesão na EMEF, na CP Carga, na REFER e mesmo na CP (apesar de nesta algumas organizações sindicais terem optado por não aderir à jornada de luta) - e sublinha que o caminho para derrotar a actual ofensiva anti-laboral e anti-nacional em curso é o do reforço da unidade e luta dos ferroviários.

As razões que levaram hoje milhares de ferroviários à luta são particularmente justas.

Editado Boletim do Sector Ferroviário do PCP

capa bolferrabrilEstá em distribuição o Boletim do Sector Ferroviário do PCP, onde se destacam abordagem ao IV Pacote Ferroviário, à fusão REFER/EP e ao futuro da EMEF, bem como as próximas eleições, com um texto de Marcos Nunes, ferroviário e candidato da CDU, bem como a divulgação de uma lista de 108 ferroviários membros das ORT's que apelam ao voto na CDU.

Ler Boletim em PDF

Mais uma jornada de luta em defesa da EMEF e da produção nacional

emef3abril14Os trabalhadores da EMEF realizaram hoje uma Manifestação Nacional (foto). entre Santa Apolónia e o Camões, «em defesa do direito ao trabalho e do trabalho com direitos». Uma manifestação onde exigiram o fim dos roubos aos trabalhadores e reformados e exigiram uma política de defesa e valorização da  EMEF e do Aparelho Produtivo Nacional. O PCP, reflectindo as justas reivindicações dos trabalhadores, apresentou esta semana um requerimento ao Governo onde aborda as questões concretas sobre a necessidade e possibilidade de uma política radicalmente diferente para a EMEF.

Ler Requerimento em PDF

Fusão da Refer e da EP seria mais um crime, que só a luta poderá travar!

refer2014mar27A Célula dos Ferroviários tomou hoje posição sobre o projecto do Governo de fundir a EP e a REFER, uma operação que qualifica de criminosa pelas consequências para a segurança ferroviária e para a economia nacional. Um projecto que têm que ser travado, e cujos objectivos reais - despedimentos, novas concessões de sectores estratégicos, destruição da soberania nacional - são os dos grandes grupos económicos que comandam o Governo e enriquecem deixando atrás de si um rasto de destruição.

Ler Comunicado em PDF 

13 Março - Uma grande jornada de luta na CP, CP Carga e REFER!

ferrOs ferroviários prosseguiram hoje a sua luta com uma greve de 24 horas na CP, CP Carga e Refer. Na CP Carga a greve levou à paralização quase total da circulação. Na CP e REFER as Administrações, mesmo usando e abusando de serviços mínimos ilegais e distribuindo largas centenas de intimações ilegais, apenas conseguiu disfarçar a forte adesão registada à luta com largas centenas de ferroviários em greve. A Célula do PCP saúda todos os que hoje estiveram em luta, e apela ao reforça da unidade e da luta para derrotar a actual ofensiva contra os ferroviários e contra a ferrovia nacional.

Plenário Nacional da EMEF: em defesa do aparelho produtivo nacional

mini-SAM 0174Os trabalhadores da EMEF realizaram dia 11 de Março uma enorme jornada de luta no Entroncamento, num dia marcado por uma greve de 4 horas e um plenário nacional que reuniu trabalhadores de todas as oficinas e locais de trabalho da EMEF (Lisboa, Amadora, Barreiro, Porto, Entroncamento). A reivindicação fundamental destes ferroviários centra-se na defesa do aparelho produtivo nacional e contra os roubos nos salários que estão a sofrer).

Linha de Cascais: O país não aguenta mais uma PPP!

mini-bastapppcascaisO PCP está a distribuir aos utentes da linha de Cascais um comunicado sobre a Linha Ferroviária, onde denuncia as responsabilidades de PS, PSD e CDS na degradação da mesma, e alerta para o facto de estar a ser preparada uma nova PPP, onde os privados tudo recebem e o público (utentes, estado) tudo pagam, em mais um negócio ruinoso para os utentes e para o país. Um Comunicado que concluí dizendo: «Modernização da Linha de Cascais Sim, Privatização Não!»

Ler Comunicado em PDF

Continua a justa luta dos ferroviários!

mini-IMG 0361Realizou-se hoje um importante Encontro Nacional de Ferroviários, na Casa do Alentejo em Lisboa, que decidiram trabalhar para realizar uma grande jornada de luta no sector, nos dias 11 e 13 de Março, com um Plenário Nacional de Trabalhadores da EMEF no Entroncamento e uma Greve de 24 horas na CP, REFER e CP-Carga. Na resolução aprovada, entregue de seguida na administração da CP (foto), os ferroviários voltaram a reivindicar: o fim da redução e congelamento dos salários, reformas e pensões; o cumprimento integral dos Acordos de Empresa em todas as suas matérias; O imediato cumprimento do direito às concessões para todos os ferroviários e suas famílias; O fim do processo em curso de liquidação e pulverização do Sector Ferroviário Nacional onde o único objectivo estratégico tem sido o criar de novas oportunidades de negócio para os grandes grupos económicos, custe o que custar aos ferroviários, aos utentes e ao país; um Serviço Ferroviário público, de qualidade e seguro, que corresponda às necessidades do País e dos Portugueses.

Parem de Roubar os Trabalhadores e Reformados! Ferroviários em luta!

ferroviarios20140204Os trabalhadores e reformados ferroviários realizaram hoje mais uma jornada de luta contra o roubo dos salários e das reformas, em defesa da contratação colectiva e contra a destruição em curso do sector ferroviário nacional. Em Santa Apolónia, mais de 300 participaram no plenário frente à Estação, onde depois de aprovada uma Resolução sobre a continuação da luta decidiram levar o seu protesto para o interior da Estação. No Porto, Alfarelos e Faro realizaram-se outras importantes acções amplamente participadas. O PCP, activamente solidário com a luta e as reivindicações dos ferroviários, apela ao reforço da unidade e da luta.