Infraestruturas de Portugal: Um ano depois, não há razões para celebrar!

capa referip16O Sector Ferroviário do PCP iniciou hoje a distribuição de um comunicado aos trabalhadores a propósito da passagem de um ano desde a fusão da REFER e das Estradas de Portugal. Um comunicado onde se sublinha a maquilhagem das contas da nova empresa para disfarçar o desastre que esta fusão está a ser. Um documento onde o PCP valoriza o que já se travou (o processo de privatização da IP( mas reafirma a necessidade de romper com a fusão e com a degradação das empresas.

Ler Comunicado em PDF