É preciso travar o rumo do Governo de desestabilização da ferrovia!

emef tcO PCP confrontou o Governo com a sua reacção ao facto de o Tribunal de Contas ter chumbado um conjunto de contratos ilegais que o Governo impôs que fossem celebrados entre a CP e a EMEF.  A única reacção possível é o cancelamento imediato do processo de privatização, até porque o caminho que está a ser seguido pode trazer graves consequências à própria circulação ferroviária.

Ler Requerimento em PDF