A EMEF precisa de contratar trabalhadores e parar com as subcontratações!

emefsubO PCP confrontou o Governo na Assembleia da República com o facto de a brutal redução de pessoal na EMEF, muito abaixo das necessidades operacionais, ter implicado um aumento da subcontratação em mais de 700%, implicando já um gasto superior a 6 milhões de euros. O PCP sublinha que tal consequência, profundamente lesiva para a empresa e para as contas públicas, só encontra a sua lógica quando se percebe que o único objectivo do governo é reduzir o número de trabalhadores antes da privatização, custe o que custar. O PCP exigiu que fossem levantadas as restrições à contratação pela EMEF.

Ler Requerimento em PDF