A segurança ferroviária não pode ser posta em causa por critérios economicistas!

ni agenteunicoNa próxima segunda-feira, 4 de Julho, os trabalhadores ferroviários realizam uma jornada de luta contra a tentativa do governo de permitir uma alteração da Regulamentação de Segurança Ferroviária guiada por critérios economicistas, que passaria a permitir a circulação de comboios (com 700 metros, milhares de toneladas ou centenas de passageiros) apenas com um trabalhador a bordo - o maquinista - aumentando o risco da operação com o único objectivo de poder reduzir o número de trabalhadores envolvidos. O PCP lamenta que o Governo, rasgando compromissos anteriormente assumidos, esteja a dar cobertura a estas alterações. O PCP expressa a sua mais firme solidariedade com os trabalhadores em luta!

Ver Nota de Imprensa do PCP