Comboios parados, trabalhadores desempregados, utentes desesperados: é tempo de romper com este caminho!

cpmanutencaoO PCP questionou o Governo sobre a situação na frota da CP Lisboa, com 8 comboios parados a degradarem-se num quadro em que faltam composições ao serviço e quando o país tem uma elevada taxa de desemprego e o Estado se recusa a contratar os trabalhadores necessários para esta e outras necessidades do país. Aos que fogem à solução dos problemas do país com a frase «e o dinheiro?», salientamos que o problema não é ele ser pouco, é estar a ser desviado, aos milhares de milhões para PPP, CMEC, SWAPS e outras coisas criptícas que escondem a transferência para o grande capital de recursos públicos.

Ler Requerimento em PDF